25 de mar de 2017

Hora do Planeta acontece neste sábado

A Hora do Planeta, uma ação ambientalista promovida pela WWF, vai contar com mais uma edição neste sábado, 25, quando as luzes deverão ser apagadas, no mundo todo. das 20h30 às 21h30.

O ato simbólico, que acontece desde 2007, visa chamar a atenção do mundo para a questão do aquecimento global.

Participe!

24 de mar de 2017

Ford alerta para recall do EcoSport e KA

A Ford Motor Company Brasil Ltda. protocolou campanha de chamamento de 9.078 veículos Ford EcoSport, KA e KA+, modelo 2017. Segundo a empresa, há possibilidade de falha na retenção dos passageiros pelos cintos. 

Os proprietários dos veículos devem comparecer à empresa para a  substituição gratuita dos fechos dos cintos de segurança dianteiros e traseiros.

De acordo com a Ford, o recall, cujo atendimento se iniciou em 2 de março de 2017, foram produzidos de 9 de novembro de 2016 a 3 de dezembro de 2016 e colocados no mercado de consumo, com numeração de chassi, não sequencial, compreendida entre o intervalo H8608138 a H8631737, para os modelos EcoSport; H8421589 a H8448524, para os modelos KA e KA+.

Quanto aos riscos à saúde e à segurança dos consumidores, a Ford destacou ter constatado que "alguns veículos Ford EcoSport, KA e KA+, modelo 2017, podem ter sido montados com um lote especifico de fechos dos cintos de segurança dianteiros e traseiros que podem permitir o acoplamento irregular da lingueta do cinto de segurança em seu respectivo fecho, comprometendo o correto travamento do cinto". Nessa hipótese, "o travamento incorreto da lingueta do cinto de segurança em seu fecho pode resultar na retenção inadequada dos ocupantes dos assentos dianteiros e traseiros, aumentando o risco de lesões em eventual colisão do veículo".

Mais informações podem ser obtidas junto à Ford, por meio do telefone 0800 703 3673 ou pelo site www.ford.com.br

O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.

23 de mar de 2017

Como se escreve?

Que a língua portuguesa não é nada fácil, a gente já sabe.  A gente não podia falar inglês? Ia ser tudo tão mais simples, não é mesmo? Mas já que nascemos por aqui e temos que conviver com esse bendito idioma, que é bonito, porém complicado, ao menos ter domínio sobre ele, a gente deve se esforçar para ter. 

Eu tive uma boa alfabetização. Na minha época (nossa, que coisa antiga), a gente tinha que saber ler e escrever mesmo para avançarmos de série. Então, eu meus coleguinhas nos esforçávamos bastante para nos destacarmos na leitura, de modo que por volta dos 5, 6 anos de idade, todos nós já líamos tudo de cabo a rabo. E me entristece saber que hoje, muitas crianças chegam à 5ª série sem saber escrever o próprio nome, que horror!

Meu povo, ninguém nasce sabendo! Agora, permanecer na ignorância é questão de escolha! Se todo dia a gente buscar aprender uma palavrinha nova, ao final do ano, a gente vai sambar na cara das inimigas no quesito vocabulário, né não? 

Talvez você já conheça, e tenha até visto, os vídeos da Marcela Tavares ensinando português a seu modo. E caso não tenha visto, melhor oportunidade, não há!

Uma dica legal para aumentar o vocabulário e melhorar o português é a leitura diária de um jornal,  ou mesmo dessas revistas de fofoca, não tem problema, o que vale a constância da leitura.

Um abração!



19 de mar de 2017

O incrível imitador de sons

Esse número é impressionante! Os sons que esse homem reproduz demonstram um talento fora do comum. Vale a pena conferir!

18 de mar de 2017

Eu me ajudo, tu te ajudas, nós nos ajudamos

Já dizia o velho ditado: “Muito ajuda quem não atrapalha!”. A verdadeira ajuda, aquela que vem do coração, só é positiva quando produz resultados. Até aí, eu não contei nenhuma novidade, eu sei, mas ainda assim vale o convite à reflexão: A verdadeira ajuda só é positiva quando produz resultados.

E quando a ajuda é verdadeira, de coração, mas não produz  resultados? Bom, você pode ter a maior boa vontade do mundo em querer ajudar uma pessoa querida, mas ela pode não estar preparada para receber  tal ajuda, porque as pessoas amadurecem em níveis diferentes. Cada um tem o seu tempo de entendimento da vida, concorda comigo?

A grande ajuda também pode vir do silêncio.  Às vezes, a pessoa está tão atormentada com os seus problemas, que uma criatura a mais falando no seu ouvido torna-se completamente desnecessário.  Ah, Monique, mas é minha amiga, mas ela vai se afundar; mas ela está pagando mico... E daí, o que você tem a ver com isso? Te chamaram na conversa? Não! Então, vai se meter pra quê? Olha, se eu tivesse ficado quieta no meu canto inúmeras vezes em que eu não fui chamada nas conversas, eu teria ganhado muito mais. Hoje, quando me perguntam alguma coisa, eu respondo; quando não me pedem palpite,  eu me policio ao máximo, mas não emito um som, e fim de papo.

Eu devo a mim a obrigação de ser a minha melhor amiga, de me dar os melhores conselhos, buscando o entendimento das coisas, pesquisando sobre a natureza dos fatos.  Eu não dispenso  conselhos. Eu filtro.  Muitos ‘toques’ que me deram nas redes sociais, inclusive, me fizeram ampliar o entendimento sobre diversas situações, pensar mais sobre determinados temas... É verdade, não é conversa, não! Uma coisa que eu aprendi, por exemplo, foi que, não adianta a gente viver o tempo todo, confortavelmente, num núcleo onde todo mundo pensa parecido. Quando a gente amplia o nosso leque e começamos a ouvir posicionamentos completamente diferentes daquilo que compactuamos,  a gente cresce, a gente evolui, porque nos permitimos pensar ‘fora da caixinha’. Ninguém é obrigado a mudar de opinião, mas pode ampliar os conhecimentos, o que se torna muito favorável.

A gente pode produzir bons resultados na vida das pessoas à medida em que damos a elas exatamente aquilo que elas nos dão. Quando alguém está receptivo a um conselho, geralmente, te pergunta mesmo, expõe o seu ponto de vista e pergunta o que você pensa a respeito, pelo simples fato de que a sua opinião tem valor (ainda que possa não seguir o conselho, mas o levará em consideração) e sempre recorrerá a você para uma palavra amiga. Agora, não sendo desse jeito, gaste seu tempo com você, se ajudando, que o lucro é bem maior, tá bem?

É isso!

Um abração!

14 de mar de 2017

100% Eu

Quando a gente não confia plenamente na gente, a coisa vai ficando feia na vida. A insegurança não leva ninguém a lugar nenhum, quer dizer, pode levar  ao fundo do poço. E quando esse poço ainda tem mola, vá lá, a criatura bate lá no fundo, respira e sobe novamente. Pior é quando a criatura se apequena de tal forma, que quando chega ao fundo do poço acaba achando o lugar até legalzinho, se acomoda e fica.

Como a vida é feita de escolhas,  quem bate lá no fundo, gosta e fica, que seja feliz com o pouco que tem.  Agora, quem não nasceu pra ser paninho de boteco (e aí, eu estou falando da gente, que está sempre se encontrando por aqui), o negócio é nos fortalecermos cada vez mais ,para ficarmos, cada vez mais, longe do poço.

A positividade é algo que nos fortalece muito. E é verdade, não é papo esotérico. Isso é comprovado cientificamente. Pessoas positivas adoecem menos, têm menos problemas...e por aí vai. Faça uma pesquisa aí na sua área, que você vai comprovar. Observe uma pessoa negativa por uns dias e repare como a vida dessa criatura é um auê! Às vezes, a pessoa é até uma boa pessoa, gente-fina,  mas tá sempre com dor aqui, dor ali, problemas acolá... e a vida dela não progride. E aí de quem colar perto dela!!!  Vai absorver essa vibe negativa todinha.

Mas e aquela pessoa legal? Que delícia, né? Eu tinha uma tia, que quando a família pensava em ir viajar pra praia, o primeiro nome que não podia ficar de fora, para ir junto, era o dela. Que maravilha ser lembrada como alguém indispensável, não é mesmo? E ela realmente era show (hoje mora no céu!).

Não tenha dúvidas de que ser uma pessoa positiva fortalece a si e tudo a seu redor. Quem está 100% no seu positivo, não vai encontrar resistência nenhuma pela frente! Mas não vai mesmo!

O mundo pode até ser cruel, mas o pior amigo da gente é quem? Nós mesmos! A gente é que tem um monte de coisas na cabeça, nos deixamos levar pelas besteiras que os outros dizem, enfim. Mas quando a gente se coloca 100% no fechamento com a gente mesmo, não tem que nos segure!

Você já percebeu que numa briga de família, de namorados, amigos, de qualquer coisa, sempre tem alguém que lança o artifício de tentar diminuir o outro ofendendo, tentando diminuir, relembrando algo que magoe... isso é uma forma de desestabilizar o outro, tirando-o dos seus 100%.  Só que quando a pessoa tá nos seus 100% de positividade, e não se deixa abalar, quem tenta ofender, se desconserta e vai diminuindo, diminuindo... você já viu isso? Pois é, o mais inseguro, na hora do bafafá, perde!

Então é isso! A gente tem que focar só nos 100% da vida, para que a gente possa sempre evoluir, conquistar o que a gente quer e ter sucesso na vida. O mundo não fica contra ninguém. A gente é que se apoia ou não, ok?

Um abração!

10 de mar de 2017

Crianças interrompem entrevista do pai ao vivo

Ninguém está livre de imprevistos, nem mesmo quando trabalha em casa. Veja esse caso!

O professor Robert Kelly foi convidado pela TV britânica BBC para comentar sobre o impeachment da presidente da Coreia do Sul - um assunto seríssimo, para uma TV de super credibilidade e audiência.. A entrevista acontecia ao vivo por Skype na manhã desta sexta, 10. A partir daí, você tem que conferir! Eu chorei de rir!

5 de mar de 2017

Pensar é fundamental! Pense!

Há alguns anos existia um seriado americano que abordava a questão do bom e do mau jornalismo. No caso desse seriado, o foco era os bastidores da vida das celebridades, se não me engano. A editora chefe de uma revista não media esforços para obter matérias em primeira mão. E não medir esforços, incluía o vale-tudo pela notícia. Eu nunca fui fã do seriado, nem sei o nome, mas cheguei a ver uns dois episódios no meio da madrugada.

Há pessoas que, realmente, não medem esforços na área da comunicação para conseguirem matérias exclusivas para ganharem likes ou seguidores. Aí entra o teste do caráter. Quando o caráter é bom, a matéria vai ser sublime. Já quando o caráter é duvidoso, qualquer coisa vale, sendo verdade ou não.

No meu dia a dia, eu acompanho, ou ao menos tento, páginas e jornais, desde a minha cidade, até Brasília. Internacional fica mais difícil, mas quando dá, confiro também. E percebo que há ferramentas excelentes, muitas vezes sem muita visibilidade, enquanto verdadeiros lixos se propagam. Aí entra a questão do leitor também, pois é ele quem dá força à boa e também à má mídia!

Na minha cidade, por exemplo, há excelentes pensadores e formadores de opinião totalmente preteridos, enquanto há também caçadores de qualquer tipo de informação, sem verificar a veracidade dos fatos e em 99% das vezes se apropriando de conteúdos alheios na maior cara de pau. É bem triste, tanto para quem promove, tanto quanto para quem consome esse tipo de material eletrônico. Mas cada um com o seu cada um, não é verdade?

Um jornal do Rio, no dia de hoje, postou um link sobre Fulana que ficou com ex-de outra fulana no carnaval. Cara, e daí? Qual a relevância disso pro planeta, sinceramente? Será que imbecilizar as pessoas com notícias tão vazias vai contribuir em alguma coisa? Eu penso que não, e você?

Ok, você pode estar pensando: ' Se ela critica é porque ela deve acompanhar. Por que acompanha, então?' - Muito simples: Sigo um jornal para colher informações a respeito da política estadual e federal. E como esse veículo de comunicação não separa perfis por temas, muitas vezes, me deparo com essas fofocas. que ganham destaque no tal veículo de comunicação.

Gente, não é que eu não leia ou veja bobagens (bom, como essas que eu citei, não mesmo!). A futilidade ajuda a abstrair um pouco. Questiono a futilidade como prioridade no quesito informação. Não é à toa que temos jovens e adultos por aí com o mesmo Q.I. de uma jaca!

E sobre a música? Gostar de funk, ok, de sertanejo, ok. Mas nem saber quem foi Tom Jobim é o fim da picada! Cultura também é parte da construção da personalidade, por isso também precisa ser ampla! A gente não pode se limitar!

Enfim, não existe essa de justificar a ignorância por conta da falta de oportunidade na vida! A oportunidade quem faz é a gente! Hoje em dia, só se limita quem quer, porque a internet está aí com a janela aberta para o mundo e com conteúdos fantásticos para gente consumir!

Lembra quando éramos criancinhas e os nossos pais diziam para não aceitarmos nada de estranhos? Pois é, vale aplicar para a informação também. Não aceite qualquer coisa como verdade absoluta, ok?

É isso!

Um abração!

4 de mar de 2017

Talento e leveza ao skate

Leveza, talento e muitas manobras ao som de uma música suave de muito bom gosto! Esse vídeo é tudo! É a cara do blog!

video