6 de dez de 2016

Quantos idiomas existem no mundo?

Segundo nos informa o  Ethnologue, que cataloga os idiomas do nosso planeta desde 1950, 6.909 línguas diferentes são faladas ao redor do mundo, sendo que 500 idiomas correm o risco de serem extintos em breve, como é o caso da língua ayizi, com apenas 50 falantes na China, enquanto o restante do país, ou seja, mais de 1 bilhão de pessoas, falam o mandarim. 

3 de dez de 2016

Reciprocidade

Faça parte da vida de pessoas que gostariam que você fizesse parte da vida delas! Não há nada pior nessa vida, do que ser a sobra, o excesso, o pacotão!

Se você nunca se sentiu uma pessoa inapropriada em meio a um ambiente, parabéns! Você é feliz e talvez nem saiba. Agora, se você, assim como eu, já teve aquela sensação de 'o que eu estou fazendo aqui', sabe bem do que eu estou falando!

Infelizmente, as pessoas mudam e, muitas vezes, para pior! Por isso é sempre bom a gente manter os pés no chão. Viver dentro da realidade nos poupa de muitos aborrecimentos. As pessoas são como elas são e não como a gente gostaria que elas fossem. Aliás, sem a mínima demagogia, eu prefiro que as pessoas sejam como elas são. Pessoas sem personalidade são totalmente desinteressantes.

Mas voltando ao tema central desse post, aquelas pessoas que só nos procuram quando precisam de algum por favor, ou quando tomam um 'pé na bunda', um bom dia, boa tarde ou boa noite, já está de bom tamanho. Cordialidade nessa vida é tudo, mas amizade e companheirismo é só pra quem merece.

As pessoas se aproximam de acordo com a energia. Se a sua energia vibra na mesma sintonia da outra pessoa, vocês serão próximas. Agora, quando cada um está em uma sintonia diferente, não adianta forçar a natureza. E como eu sempre digo, isso não tem nada a ver com religião. Energia é algo que a gente não vê, mas ela existe, tal qual a eletricidade, que a gente também não vê, mas sabemos que ela está ali na tomada!

A felicidade é uma necessidade, de todos nós, muito mais do que merecimento! E a gente só consegue alcançar o mínimo de felicidade, que seja, quando nos valorizamos, quando não nos deixamos virar um pacotão, que as pessoas não sabem o que fazer, não sabem como dispensar!

Hoje, eu posso dizer que enxergo nas pessoas, muito mais daquilo que elas dizem. Palavras são dispensáveis perante as atitudes.

Em suma, em todo relacionamento afetivo (seja ele amoroso ou de amizade) onde um lado se doa mais que o outro, tem alguma coisa errada aí. E antes que você se dê conta que o pacotão da história é você, caia na realidade e comece hoje a atrair para a sua vida, pessoas que lhe queiram tão bem, quanto você a elas. Aquelas pessoas que não te querem tão bem assim, abra caminho e deixe-as passar! Ok?

É isso!

Um abração!

30 de nov de 2016

Não dissemine boatos

Nós não estamos livres de compartilharmos uma notícia falsa, quem nunca, né? Agora, tem gente que compartilha tudo o que vê pela frente, sem critério algum, sem questionar! E isso pode ser bastante perigoso, porque, infelizmente, há pessoas de má fé que inventam histórias a fim de denegrir a imagem de outras pessoas, para disseminar o pânico entre um grupo, enfim, para 'tocar o terror'!

Então, antes de compartilhar um notícia confira as informações a seguir, muito bem compiladas pelo Senado Federal.

29 de nov de 2016

Síndrome do Homem Elástico

A Síndrome de Ehlers-Danlos é causada pela baixa produção de colágeno, proteína que dá rigidez à pele, articulações, músculos e vasos sanguíneos. Nos casos mais graves, a pessoa tem juntas tão fracas que não consegue andar, e precisa ter seu maxilar fixado com pinos.


Os testes genéticos em uma amostra de sangue podem confirmar o diagnóstico em alguns casos e ajudar a excluir outros problemas.

Não há cura para esta síndrome, mas o tratamento pode ajudar a gerir os seus sintomas e evitar complicações. O médico pode prescrever medicamentos para ajudar a controlar a dor e a pressão sanguínea. Exercícios para fortalecer os músculos em torno de uma articulação podem auxiliar a estabilizar e a evitar luxações. Em casos raros, a cirurgia pode ser recomendada para reparar articulações danificadas por luxações repetidas. No entanto, a pele e o tecido conjuntivo da articulação afetada podem não se curar corretamente após a cirurgia.

Como prevenir a síndrome de Ehlers-Danlos?

O aconselhamento genético pode ajudar a compreender o padrão de herança da síndrome de Ehlers-Danlos e os riscos que ela representa para os descendentes.

No Brasil existe a SED BRASIL - Associação Brasileira de Síndrome de Ehlers-Danlos e Hipermobilidade - uma associação sem fins lucrativos, de caráter social e educacional, com abrangência em todo território nacional, da qual fazem parte as pessoas afetadas pela Síndrome de Ehlers-Danlos (Doença genética hereditária do tecido conjuntivo) e/ou Hipermobilidade, seus familiares, profissionais das áreas afins e outros interessados. (Para acessar a SED Brasil, clique aqui).

Confira matéria da Record a respeito:



Confira também:

Síndrome de Capgras

28 de nov de 2016

TV de Marrocos mostra tutorial de maquiagem para cobrir marcas de violência

A televisão estatal marroquina chocou os telespectadores ao mostrar um tutorial de maquiagem para encobrir marcas de violência doméstica. No programa diário Sabahiyat, no Canal 2 M, uma mulher aparece com o rosto inchado e com hematomas falsos enquanto um maquiador ensina como esconder as marcas.

Esperamos que estas dicas de beleza ajudem a continuar com sua vida diária”, disse a apresentadora do canal, no programa do último dia 23 de novembro.

video


O fato, claro, chocou a internet e a matéria foi repudiada tanto por homens, quanto por mulheres. O canal acabou se desculpando pela matéria 'inadequada' (põe inadequada nisso!), segundo divulgou o jornal britânico The Guardian.

Um programa de TV se prestar a esse tipo de papel, tenha dó! Que horror, que mau exemplo, que falta de humanidade!

Aliás, pelo que a gente pode perceber, produções com ideias mirabolantes têm prejudicado, e muito, a imagem de âncoras dos atrativos televisivos. Recentemente, aqui no Brasil, Fátima Bernardes se viu em meio a uma polêmica: Entre dois feridos, quem salvar primeiro, o policial ou o traficante? É óbvio que a sociedade reagiu e, principalmente, os PMs, que se arriscam todos os dias por um salário de miséria, não gostaram da pauta proposta pelo programa da  Dona Fátima, que acabou tendo que se desculpar.

Valores são valores! A gente não pode se acostumar a ver a banalização de valores são sociais. A construção de uma sociedade civilizada se dá por direitos e regras. Onde não há regras, eu duvido muito que haja uma sociedade civilizada.

É isso!

Um abração!

25 de nov de 2016

WhatsApp já permite fazer chamadas de vídeo

O WhatsApp finalmente começou a liberar, aos poucos, o recurso de chamadas em vídeo para Android, iOS ou Windows Phone. Então, nada de desespero, caso o recurso ainda não esteja liberada em seu aparelho. Logo logo estará!

Como fazer uma videochamada:

1) Abra a janela da conversa com quem você quer falar;
2) Toque no ícone do telefone no canto superior direito da tela;
3) Selecione a opção "Chamada de vídeo".


Pronto!

20 de nov de 2016

Vencendo os obstáculos com sabedoria

Qual o propósito de vida de todos nós? Vivermos bem! E dentro desse viver bem a gente pode inserir uma série de coisas, como prosperidade, alegria, saúde... Ninguém nasce para ser infeliz, doente, miserável, nada disso! Deus, Jeová, Luz Divina, como você queira chamar, jamais iria colocar nesse Plano,  pessoas para serem prósperas e felizes e outras para sofrerem, concorda comigo?

Os mistérios da criação do mundo, bem como a fórmula da Coca-Cola, a gente jamais vai tomar conhecimento. Mas estudando, a gente pode chegar  a um entendimento que possa nos levar a  respostas que se aproximem de nossas dúvidas. E para muitas respostas, o livre arbítrio se encaixa perfeitamente.

Na natureza, toda ação gera uma reação. Tudo o que a gente faz,  vai gerar uma consequência mais adiante, mais cedo ou mais tarde.

Que fique bem claro, que eu não estou aqui tentando difundir nenhuma doutrina religiosa. Religião, cada um tem a sua!  Eu estou aqui papeando com você no campo das ideias, em algo que possamos enxergar, e avançar, além do óbvio.

O tema tá meio nebuloso? Por exemplo,  quando uma pessoa guarda uma raiva grande consigo, por muito tempo, esse estado mental irá acabar se refletindo, mais adiante, em problema físico, mais exatamente no fígado!

Quer um outro exemplo? Recentemente, nós tivemos o dia de conscientização a diabetes (ao ou a, tanto faz, pois as duas formas são aceitas, ok?), em 14 de novembro.  A diabetes está associada a quê? Vamos analisar! A pessoa quando fica diabética, ela tem que cortar o doce, não é?  E qual a sua associação mental? Não enxergando mais o lado doce da vida, a pessoa se torna diabética! Ou seja, o corpo dessa pessoa passa a  produzir tanta insulina, que chega uma hora em que o pâncreas perde o controle. E aí, a gente pode constatar também que pessoas que querem controlar tudo e todos são fortes candidatas a desenvolver diabetes.

Enfim, a gente comete erros na vida. E é através deles que tiramos lições.. Agora, quando a gente resolve insistir nas burradas, como se diz, aí a coisa já tende a ficar patológica, para não dizer kármica.  Ou seja, ter raiva de alguém, todo mundo vai ter em algum momento da vida. Carregar essa raiva pra vida é que vai se tornar uma coisa nociva para quem a sente!  E aí, a pessoa tem duas saídas (livre arbítrio): ou ela continua carregando o sentimento e  adoece do fígado mais tarde; ou então, ela passa a liberar o perdão dentro de si e dissolve a negatividade.

Da mesma forma, tem gente que quer controlar o mundo, mas não consegue nem se controlar! Ela vai adoecer? Mais cedo ou mais tarde, vai, não tenha dúvida!

Nós, seres humanos, não somos mercadorias de primeira, tanto que a gente nem vem com manual de instrução! Mas há quem evolui e quem fica pra trás, é ou não é? Isso se chama experiência!

O que fazer, então? Tentar ser melhor, dia após dias, para você, não para os outros! Não importa o inferno lá fora, você sempre tem que se manter na sua paz! É fácil? Claro que não, né? Mas viver é isso aí – vencer um obstáculo por vez!

Um abração!