26 de out de 2016

A soberba sempre precede a queda!

Eu nunca vi, NUNCA VI, uma pessoa soberba se dando bem. A soberba sempre precede a queda.  E para quem acredita, é considerado o pior dos pecados. Aliás, é bíblico! O inferno surgiu a partir da soberba do anjo Lúcifer, que tomado pela vaidade, de repente, se achou auto-suficiente a ponto de acreditar que não precisava mais de Deus! Se deu mal!

É claro que ninguém precisa ser humildezinho, bonzinho, fofinho. Eu nem incentivo esse tipo de comportamento, você que acompanha o blog regularmente sabe. Ser humilde não é se deixar humilhar, ficar pequenininho ou entrar naquela de 'deixa disso', 'quem sou eu'! É se colocar no tom, no linear, nem mais, nem menos que ninguém, afinal, todos nós somos iguais e vamos para o mesmo buraco, um dia, não é verdade?

A gente vai adquirindo conhecimento, vai tendo oportunidades, porque fomos merecedores. Mas quando 'chegamos lá' e não valorizamos as conquistas e sim pisamos nos outros, a lição será voltarmos à estaca zero a fim de aprendermos a lição que se faz necessária!

O ser humano é falho e, fatalmente, em algum momento da vida vai praticar a soberba. Vamos encarar a realidade, não somos santinhos nessa vida! O problema é quando a soberba passa a ser incorporada ao caráter, como o caso, por exemplo, do sujeito que é centralizador e acha que só ele é capaz de resolver todos os problemas, ter boas ideias. Toda a humanidade ou está no seu patamar ou abaixo, nunca acima! Esse tipo de pessoa só vai escutar os outros quando estiver por baixo, mas no primeiro fôlego que tomar, 'desbunda' todo mundo e sobe novamente ao seu pedestal!

Cada vez mais, a nossa sociedade é estimulada a ser narcisista e individualista, logo uma dose de soberba é até vista como algo positivo, principalmente entre o povo teen! Mas é sempre válido ressaltar que, autoestima é uma coisa, e deve ser sempre estimulada, e arrogância é outra!

E como a gente pode dosar a autoestima para que esta não se transforme em arrogância? Bom, eu entendo que a gente deve sempre agradecer! Agradecer pelas oportunidades que recebemos, pelo conhecimento adquirido, pela oportunidade que temos de ajudar a quem precisa... e por aí vai! Mas tudo isso de forma silenciosa, reservada, e não no facebook, porque aí vira autopromoção, que pode levar à soberba!

A nossa vaidade precisa ser estimulada, mas também domada para que a gente não perca o contato com a realidade (porque a soberba nos coloca na ilusão). O soberbo sobe um degrau e cai dez! Vale a pena?

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário