8 de abr de 2010

Quem lucrou com isso?

Meus amigos, é fato que em época de eleição cresce o número de e-mails em torno de piadas de políticos, de passado dos políticos, enfim...

Hoje eu estava lendo a respeito dessas pérolas, quando me ocorreu o seguinte: Ok, quando a gente apresenta os problemas, devemos ter também eventuais soluções à mão, ainda que não sejam as melhores a alguns.

Baseada nessa linha de raciocínio, e também baseada sempre na comprovação do que falo (não são apenas palpites), apresento a vocês algumas questões:

Privatização – Eis um tema que o atual governo adora explorar. Sempre acusa o governo anterior por algumas privatizações, mas vejamos:

Antes da privatização, telefone no Brasil era para poucos e ricos. Em 1995, 88% dos telefones fixos e 100% dos celulares estavam nas mãos das classes A e B.

Havia fila de espera para se conseguir um telefone. O pagamento era feito no câmbio negro.

A privatização acabou com esse monopólio estatal para ricos. Criou-se um gigantesco mercado privado com metas sociais.

O telefone celular virou um fortíssimo instrumento de inclusão social.

Além de competir nas regiões ricas e lucrativas, as telefônicas privatizadas assumiram a obrigação de universalizar os serviços, instalando telefones nas regiões mais pobres.

Em dez anos, passamos de 20 milhões para 40 milhões de aparelhos fixos. E de 7,4 milhões para 121 milhões de celulares, 72 milhões nas classes C, D e E.

A Internet é acessada hoje por mais de 65 milhões de brasileiros. Um computador é vendido a cada 3 segundos no País. As classes C e D já são a maior fatia e têm o maior crescimento nesse mercado.

Ou seja, a privatização da telefonia, foi boa ou ruim para o país? Quem lucrou com isso? Apenas uma determinada classe ou todo povo brasileiro?

Reflitam!

Nenhum comentário:

Postar um comentário