15 de set de 2016

Descanse em paz, Domingos Montagner

A dor da perda é algo terrível, destrói a gente, desarma, fragiliza, nos tira o chão. Quando a perda se dá em função de doença, ainda que nunca estejamos preparados, a gente entende e percebe a fragilidade do ser humano e sua finitude. Mas e quando a perda é repentina, como a que aconteceu no dia de hoje com o ator Domingos Montagner, que estava saudável, trabalhando, com uma família bonita? O impacto é maior, com toda certeza!

A vida é um sopro de Deus! E não tem que ter explicação, porque a gente não consegue explicar a vida, a gente consegue sentí-la, mas explicá-la, não dá. E mais, a vida é irremediável, ou seja, todos nós vamos morrer um dia! Portanto, temos que estar preparados, todos os dias, para dizer adeus!

Enfim, hoje, o Brasil chora a partida tão traumática desse grande ator. A vida imitou a arte!

Que ele siga seu caminho em paz e que Deus conforte o coração de sua família!

Tudo é passageiro nessa vida, incluindo a gente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário