31 de mar de 2016

Veja a vida com os seus próprios olhos

Nós fomos educados a ver com os olhos dos outros. E dessa forma, a gente passa a vida escondendo os nossos verdadeiros sentimentos para vivermos de acordo com o que os outros vão pensar, os outros vão dizer, os outros vão achar! Não é à toa que esse mundo anda de cabeça pra baixo e ninguém se entende. Tá todo mundo em busca de respostas para um monte de interrogações. E nessa busca,  muitos equívocos acontecem, porque só quem tem resposta para os nossos problemas, somos nós mesmos. É ou não é? 

Ninguém, nunca, vai conseguir entender os seus verdadeiros sentimentos e anseios, só você!

Talvez as futuras gerações consigam passar para os seus filhos, que ter autenticidade é o que destaca a pessoa, é o que a faz ser interessante, e não ser uma cópia do coleguinha, que é uma cópia de outro coleguinha, que, por sua vez, é uma cópia do ator teen da Malhação.

Talvez as futuras gerações consigam passar para os seus filhos, que o grande barato da vida não é arranjar uma profissão que dê dinheiro, mas que promova a sua realização pessoal. Isso sim culmina em sucesso, em forma de dindim!

Talvez, quem sabe, as futuras gerações poderão se unir, não por conveniência, mas por prazer de dividir a vida ao lado de alguém. Isso é o que importa!

Quanto menos frustração, mais harmonia! Pode reparar! Quando você encontra alguém de bem com a vida, dificilmente, você terá problemas com essa pessoa, porque ela não se interessa em saber da sua vida, nem quanto você ganha, nem pra qual time torce.  Ela não precisa se preencher com a vida alheia, pois a sua lhe basta,.  E aí aquela máxima se aplica aqui: Gente feliz não enche o saco!

E quanto ao recalque? Foge!  Uma pessoa frustrada, recalcada, de mal com a vida, só vai ter alguma coisa boa para passar pros outros, o dia em que ela estiver em harmonia consigo, como no caso que eu citei acima. Do contrário...

Enfim, se você não teve a sorte de ter pais para fortalecerem a sua autoestima, paciência, fortaleça você! Não fica nessa de culpar Deus e o mundo pelas suas frustrações.  Até as pedras mudam rolando de lugar!  E o primeiro passo para essa mudança é começar a ver a vida com os seus próprios olhos, com os seus próprios sentimentos. Tenta! Não custa nada querer mudar! Basta ter vontade!

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário