17 de jul de 2015

O casulo

Eu aprecio mesmo as coisas mais simples da vida. Elas me encantam. E hoje pela manhã o meu jardineiro veio me mostrar o casulo que havia encontrado. É bem verdade que, no lugar dele, eu não mexeria no casulo, nem sei de onde ele tirou! Mas o fato é que, onde quer que ela opte ficar no jardim, a futura borboleta pode ficar tranquila, porque não há a pretensão de incomodá-la mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário