31 de mai de 2014

Vivendo com inteligência dentro da realidade

O objetivo da vida é caminhar dentro da realidade. Ocorre que a gente se apega tanto à ilusão, que vamos batendo cabeça por aí até aprendermos com a própria vida, que a ilusão é algo que não existe, portanto, não pode ser vivida.

Muita gente passa a vida inteira colocando a culpa das suas frustrações no pai, na mãe, na avó... em qualquer pessoa, menos nela própria, porque ela não erra, ela é a perfeitinha, ela faz a linda pro mundo!  E se você acredita que não age assim, vou só dar um exemplo: Quando alguém te pergunta um defeito seu, o que você responde? Geralmente, dá aquela respostinha tipo, sou perfeccionista, sou uma pessoa ansiosa demais... mas dizer que no dia a dia você  é uma peste, você não diz, né? Sim, porque de vez em quando você apronta, admita!

Eu tenho trazido bastante o tema ilusão e realidade, porque mesmo estudando sobre essa percepção, eu  ainda me pego fantasiando muita coisa e, pior, vejo pessoas que vivem num completo mundo imaginário, que às vezes me dá vontade de chacoalhá-las  para ver se o cérebro se ajusta, se os pensamentos se alinham, enfim! Exemplos? Tenho aos montes:

1.       Aquela pessoa que gosta de fazer a linda pro mundo – sempre faz tudo pelos outros, se dana pelos outros, sempre diz sim, mas não entende porque, muitas vezes, se torna uma pessoa solitária ou mesmo que não recebe ajuda de ninguém.  Ora, quem se anula vira um nada. E como nada não existe, tá tudo certo! Enquanto essa pessoa não passar a existir pra si, não será enxergada pelo  mundo.

2.       À espera do par perfeito  (homem, mulher, gay...) – As criaturas montam príncipes e princesas na cabeça e acreditam piamente que encontrarão o par perfeito desse mundo de ilusão. Ora, meu povo, a tendência é encontrarmos como par perfeito alguém que seja semelhante ao nosso perfil, ou seja, se a mulher deseja um príncipe, no mínimo, ela tem que ser uma princesa;  se um homem busca uma esposa igual a sua mãe, melhor não sair de casa e montar família. Fica com a mamãe, que está tudo certo!

3.       Ganhar dinheiro com o mínimo de esforço – só com sorte de ganhar na mega-sena, porque, do contrário, quem sonha em ficar atrás de uma mesa de escritório, com ar condicionado, tem que estudar muuuuuuuuuuiiiiiiiiiiito. Mas se não quiser estudar, ok, vai ter que encarar o que vier, dentro das possibilidades intelectuais de que dispõe.

A gente encontra o melhor caminho, quando agimos pela inteligência!  Quanto mais nos preparamos para a vida, quanto mais colocamos os pés no chão, mais facilmente enfrentaremos as adversidades da vida. Não tem segredo, não tem ilusão!

A vida é um combinado das nossas experiências! Portanto, que sejam as melhores possíveis!

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário