29 de mai de 2014

Conar tira do ar comercial 'ofensivo' de Compadre Washington

O já famoso comercial em que Compadre Washington fala "Sabe de nada, inocente" foi retirado do ar. O Conar (Conselho de Autorregulamentação Publicitária) recomendou nesta terça (27) que a expressão "Ordinária", dita pelo cantor, fosse retirada do anúncio do site de classificados Bom Negócio.


A entidade considerou o anúncio "desrespeitoso" para as mulheres, após a reclamação de cerca de 50 pessoas que se sentiram ofendidas com o bordão. Segundo o Conar, a expressão extrapolou o limite do bordão.

Ao ler essa nota do Notícias Tv, eu pensei: Como essas pessoas se ofendem com qualquer coisa, não? Na verdade, eu já havia cantado a pedra para o marido há algum tempo. Até que o comercial durou bastante tempo.

Hoje, o politicamente correto virou uma espécie de censura branca, ou seja, não gostei disso, tira! Ao passo que em outras situações, talvez mais agressivas ao público feminino, são consideradas como toleráveis, como músicas em que a criatura diz ser difamada só porque sai com o boy da outra (e olha que eu aliviei muito a letra, pois a mesma é carregada de palavrão). Esclareço que também não me ofende, nem eu me proporia a censurá-la, isso é democracia, ouve quem quiser.  Mas é grosseria e sugere que a mulherada pode mesmo sair com o namorado da outra e ficar com fama de pu%@, que está tudo bem!

Sinceramente, é muita mangueira para pouco incêndio! Sabe de nada, inocente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário