15 de mar de 2014

Fisiognomonia: As sobrancelhas

As sobrancelhas, além de serem a moldura do rosto, também desempenham um papel importante na leitura do rosto, de acordo com fisiognomonia.

Ao dividirmos o rosto em 3 partes, conforme a ilustração a seguir, poderemos observar que as sobrancelhas compõem a 2ª metade, que é a área do rosto ligada à emotividade e aos sentimentos.



As sobrancelhas estão ligadas à emotividade. Por isso, é muito importante que, ao fazer o design de sobrancelhas, a preocupação não seja somente a estética, mas também que não se deixe perder as características da própria personalidade.

Tipos de sobrancelhas:

Sutis e ralas

Tipo de sobrancelha meio Greta Garbo. Pessoas com sobrancelhas assim costumam ser um tanto indiferentes, um tanto ociosas, por vezes, negligente...Lembrando sempre que o conjunto das 3 partes do rosto é que vai tal o tom da personalidade, mas em linhas gerais, esses são alguns dos significados das sobrancelhas ralas e sutis. Lembrando também que, quanto mais frágeis as sobrancelhas, maior a fragilidade da pessoa.

Desgrenhadas e densas

Sabe aquelas sobrancelhas desarrumadas, despenteadas? Pois é, estamos falando delas! Pessoas que têm sobrancelhas assim são pessoas exuberantes, são incansáveis, mas costumam ser conflituosas e irritadas.


Unidas
As famosas "monocelhas", que são mais comuns entre os homens. Pessoas com sobrancelhas assim, não resta a menor dúvida, são pessoas de personalidade forte e, geralmente, com grande força de caráter. São também pessoas suscetíveis às influências externas e ciumentas, mas esse ciúme está muito mais associado a coisas do que a pessoas.

Próximas às pálpebras

Pessoas com sobrancelhas assim, apesar de serem fortes, dotadas de vitalidade e ambição, costumam ser introspectivas e ansiosas.



Distante das pálpebras

Ao contrário da sobrancelhas anteriores, as sobrancelhas distantes dos olhos, lá em cima, indicam pessoas emocionalmente frágeis, tímidas e geralmente ingênuas.




Não deixe de conferir também:

Fisiognomonia: A testa

Fisiognomonia: Cabelos

Nenhum comentário:

Postar um comentário