14 de ago de 2013

O Caixa do supermercado

No sábado aconteceu um episódio muito curioso comigo no supermercado. Enquanto eu e meu marido passávamos as mercadorias, o caixa, uma pessoa falante espontânea, começou a dizer que o Brasil vai mal, falou das injustiças sociais etc e tal. Disse que não vai votar na Dilma, nem no Aécio, prefere votar em qualquer um, tipo Enéas, Zé Maria... Opa! Enéas já morreu - foi a frase que eu disse a ele! Foi a deixa que ele, talvez, esperava e precisava!

O homem  me perguntou: "A senhora pensa nos seus filhos, nos seus netos?" - Eu disse a ele que sim, claro, que tenho essa preocupação. E a criatura continuou a dizer que o povo só vai escolher Dilma e Aécio, que é por isso que o país não muda, que com o CPF deles, ele poderia saber o que cada um tem ou deixa de ter.... A esse altura, o pessoal que esperava na minha fila, nas filas ao lado, já estava rindo, porque a criatura estava muito exaltada, defendendo a volta da ditadura, dos militares no poder, para haver mais justiça social... Eu, em particular, não sabia onde enfiar a cara, porque parecia que o homem brigava com a gente!

Eu procurei me manter ali me desligando da história e embalando a minha mercadoria. Ao sairmos dali, num primeiro momento, eu e meu marido estávamos meio assustados, afinal, por qual motivo aquela criatura havia escolhido a gente pra Cristo? Mas até chegarmos ao carro, já lembrávamos da história de maneira bem humorada.

E a moral da história? Na minha análise pessoal, como comentei com o meu marido, esse rapaz, embora nitidamente desequilibrado, reflete a indignação do povo, que trabalha o dia todo, que protesta, mas não vê mudanças acontecerem.

O desabafo, a indignação são partes da nossa essência, que não aguenta mais ver tantas notícias de corrupção, de injustiças etc e tal. Mas o troco só se dá de uma forma - com o voto! Não adianta votar no marketing, ou com a emoção, e depois passar 4 anos reclamando! É ou não é?

Voto é coisa séria! Acompanhe desde já os possíveis candidatos, para que lá na frente você já tenha sua própria opinião formada, independente de que tentem lhe convencer desse ou daquele candidato! Essa é a minha dica!

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário