2 de mar de 2013

Março, mês das Divas

Todo ano, ou quase, em decorrência do dia internacional da mulher, que é no dia 08 de março, eu conto aqui a história das operárias americanas que em 1857, devido à insatisfação das condições de trabalho, fizeram greve e, infelizmente, acabaram pagando o preço da reivindicação com as suas próprias vidas.

Bom, para quem não conhecia a história, o resume é esse. 08 de março ficou marcado, portanto, como uma data emblemática, de quando as mulheres foram à luta.

Dia de ir à luta é todo dia, 365 dias do ano, seja para homem ou mulher. Ficar esperando uma data para dizer 'eu existo', não dá! Há homens e mulheres que, com certeza, fizeram, fazem e continuarão fazendo a diferença por várias gerações, seja  influenciando a partir dos seus pensamentos, através de suas conquistas, de lutas... enfim!

Mas como março é o mesmo das Divas (e diva aquela que faz toda a diferença), pensei em trazer ao blog algumas daquelas que tenho como Divas. Afinal, mais vale mostrar bons exemplos, do que reproduzir teorias que todo mundo já conhece, não é verdade?

Anônimas ou famosas, eu tenho certeza que assim como eu, você também deve ter a sua listinha de mulheres que você admira! Que tal aproveitar o mês de março para homenageá-las, difundir suas ideias e, quem sabe, influenciar outras mulheres que hojem sofrem, que estão sem perspectivas, quem não acreditam nelas mesmas! Ás vezes é difícil passar exemplos ou conselhos genéricos a quem precisa, mas um exemplo, uma história, de alguém de carne e osso como ela, sem dúvida alguma, é muito melhor assimulada e mais facilmente aceita!

Um beijão para todas as Divas!

* Um beijo para a Diva Nicinha, amiga virtual de longa data, que atura esse blog há tempos. Você é Diva!

Um comentário:

  1. Monique querida, esse assunto as vezes me chateia.
    As mulheres ganharam o direito de tantas coisas no decorrer das décadas, mas não vejo o principal entre elas mesmas: RESPEITO, falo respeito pelo recem-nascido jogado no lixo, a forma de se vestir, se diga de passagem o carnaval mostrou algumas delas além do extremo fisico feminino...
    Claro temos ai, as grandes mulheres que sempre se destacam-se.
    Mas quando falo respeito é em todos os sentidos da PALAVRA MULHER.
    E você me fz chorar colocando-me como sua DIVA, amadinha do meu coração, eu agradeço e o que mais queria era te abraçar bem apertadinho.
    sou mãe, avó recentemente, companheira e acho que o mais importante adoro me colocar no lugar do meu semelhante, mesmo que eu não o conheça.
    Acredito na proximidade entre as pessoas, acredito que se nosso Pai Celestial me proporciona algumas situações, eu tenho o dever de compartilhar, seja como voluntária, seja como profissional de saúde, seja a meia-noite recolhendo pessoas e distribundo sopa nas praças.
    Também muitas vezes passo por cima do meu sentimento para favorecer até quem não conhecço, mas que de alguma forma me ignora e me critica, por isso estendo minha mão para quem quiser vir comigo ver o outro lado da vida.
    Deixo para você amiga um beijinho da Tia Nicinha, ou da Vó Nice ou simplesmente de Eunice Fernandes.
    Agradeço seu carinho e seu respeito tão pleno e aberto ao público.
    Nicinha

    ResponderExcluir