15 de fev de 2013

Quando a tatuagem vira um problemão

Hoje uma pessoa relatou em rede social, que um cidadão trabalhador, pai de família, foi agredido por um grupo de policiais, simplesmente por ter uma tatuagem de palhaço. A pessoa que relatou, na sequência, perguntou a minha e a opinião de outras pessoas sobre essa questão. E para resumir a história, no final das contas, sugeri a ele que dissesse ao amigo para fazer uma nova tattoo por cima dessa, que certamente os problemas causados em função desse desenho desaparecerão.

Hoje em dia, com a popularização da tatuagem, já não se pode identificar, de forma tão evidente, que desenho se refere a essa ou aquela tribo, mas o estigma ainda existe. E na linguagem criminal há algumas tatuagens que traduzem o tipo de deliquente, da sua periculosidade, enfim. E a tattoo de palhaço significa a pessoa que 'eliminou' um PM, é bom saber!

É claro que vivemos num país livre, cada um faz o que quer do seu corpo, mas por ignorar, lá atrás, o significado do seu desenho, um pai de família acabou sendo agredido 'de graça'. Ninguém haverá de dizer que ele não pode ter uma tattoo de palhaço, mas esse tipo de constrangimento, totalmente repreensível, infelizmente, pode acontecer, e aconteceu pelo que parece. Então, podendo evitar, melhor.

Quando jovens, muito jovens, somos muito mais levados pela emoção, do que pela razão, e nesse sentido, não é incomum que a gente acabe fazendo uma coisa ou outra, que possamos a vir nos arrepender depois (estou aqui focando no tema tattoo, ok?).

Eu fiz a minha tatuagem quando muito jovem, não me arrependi, adoro a minha tattoo, mas graças a Deus, fui iluminada, porque amadureci a ideia durante um bom tempo, não me deixei levar por modismos da época e optei com um desenho que pudesse me traduzir. E a tatuagem, a meu ver, se propõe a isso - a ser a sua marca, a sua identidade!

Se uma pessoa chega para mim e diz que gostaria de fazer uma tattoo, mas não sabe qual desenho fazer, tem medo de se arrepender depois etc e tal, eu logo digo: Não faça! Tatuar o corpo não é uma obrigação, não é um modismo, é atitude, como eu sempre comento por aqui.

Se você tem vontade de fazer uma tattoo, amadureça a ideia por, pelo menos, 1 ano. Se depois de 1 ano, você ainda quiser fazê-la, é porque realmente você já está com plena convicção de que é isso mesmo que você quer. Eu, por exemplo, estou para fazer a minha 2ª tattoo há pelo menos uns 2 anos, já tenho o desenho na cabeça, só ainda não tirei aquela horinha necessária para fazê-la. Mas estou convicta de que quero fazê-la. Aliás, vou contar a história dela mais adiante.

Tão importante quanto amadurecer a ideia de fazer uma tattoo é escolher o desenho que tenha a ver com você, por isso, importante também, é procurar o significado. Me perdoe quem curte, mas esse negócio de ocupar o braço inteiro com o nome da mãe, do namorado, do cachorro, do papagaio, periquito, não tem a ver com a proposta da tatuagem. Isso não é homenagem, isso é um modismo over, que personalidades da mídia lançaram e muita gente 'embarcou'. A melhor homenagem que você pode fazer a alguém, é fazê-la feliz no dia-a-dia, com pequenos gestos, delicadezas... A tatuagem é uma coisa sua, é sua identidade, lembre-se disso. E a sua identidade não está no nome de ninguém. É claro que cada um tem os seus motivos, mas mocinhas e rapazes tatuando nome de seus pares, pára com isso! Namoro acaba, mas a tatuagem fica. E nada é tão simples, como algumas pessoas demonstram na TV, não.

Outra dica: procure não fazer a tattoo numa parte do corpo muito evidente, tipo mão, pescoço... porque a gente nunca sabe se no futuro ela poderá atrapalhar num bom emprego, numa promoção... O ideal é você poder mostrar a tattoo quando quiser, no ambiente que desejar. Mas é claro, se você tem o seu próprio negócio, é seu próprio patrão, ok!

O local e o tatuador, também é bom conhecer com antecedência! Aliás, recomendável!

Tudo isso que coloquei nesse post refere-se a quem ainda não tem uma tattoo e pensa em fazer uma! Mas são apenas sugestões.

Em outras oportunidades, eu trarei aqui, não só o significado de alguns desenhos, que comumente vemos por aí, bem como algumas que são consideradas 'chave de cadeia'!

Um abração e até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário