17 de fev de 2012

De improviso e com mil problemas

Meus amigos que acompanham o blog, me sinto um tanto envergonhada pelo sumiço durante tanto tempo, ainda mais que sempre preguei que não se deve abandonar um blog, o que é verdade, e continuo sustentando, tanto que estou aqui.

No início do mês aqui em Friburgo, para variar, andou chovendo. Ora, mas isso nunca chegou a ser um empecilho para que eu continuasse as minhas atividades na internet. Só que o inesperado aconteceu. Enquanto fui falar com o meu marido, puuuffff, algo estranho aconteceu com o micro. Fonte, placa-mãe? Ainda não tive a oportunidade de conferir o prejuizo.

Plano B: Fazer uso de um velho notebook que, até então, era utilizado apenas para jogar paciência (O 'bichinho' é jurássico, minha gente!), até levar o velho micro para o conserto, iniciativa que, nem eu, nem meu marido, tivemos ainda.

Sexta-feira, 03: Me marido deu um mau jeito quase que no corpo todo. Cama e cataflan.

Sábado, 04 : Passei toda a manhã e início da tarde com o meu pai adoentado.

Domingo, 05: Aniversário do meu pai. Presença obrigatória, mas prazerosa, de ir lhe dar os parabéns. Ele não apresentou melhora. Um pouco depois de chegar em casa, minha mãe me liga informando que ela e uma tia optaram por levá-lo ao hospital. Ele acabou sendo internado por complicações nos rins.

De lá para cá, rotina diária de fazer-lhe companhia, até que hoje, sexta de carnaval, 17, entendendo que a rotina familiar seria ainda mais difícil em função do trânsito, o médico liberou o papai para ir para casa, porém dando continuidade ao tratamento, até porque ele não se encontra protamente restabelecido. Mas estou confiante!

Enfim, usando esse velho notebook, com inúmeras limitações, e com inúmeras limitações pessoais também, minha vida virtual tornou-se quase inviável, mas agradeço desde já aos amigos internautas que não deixaram de prestigiar o blog. Muito obrigada! Em breve, retornaremos à normalidade, se Deus quiser. Até lá, farei o possível para me manter regularmente conectada a vocês!

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário