26 de out de 2011

Banda larga deve igualar-se a países desenvolvidos até 2014

"Não estou dizendo que a nossa internet é uma maravilha. Mas ela não está tão fora assim. As pessoas têm direito de reclamar e nós temos que cobrar cada vez mais. Agora, eu não acho que nós estejamos tão defasados em relação aos outros lugares". Essa seria a visão de Paulo Bernardo, ministro das Comunicações, quando questionado sobre a qualidade da internet banda larga brasileira em entrevista concedida ao G1 e também publicado no Olhar Digital.

O ministro acredita que a internet nacional poderá se igualar em velocidade à de países desenvolvidos até o ano de 2014.

Atualmente, como já publiquei por aqui, em termos de internet (velocidade de conexão), estamos na 163ª posição atrás até do Haiti.

Eu acredito, sinceramente, que se não houvesse tanta corrupção nesse país, tanto dinheiro encontrado nos locais mais inusitados (como meia, cueca e por aí vai), talvez estivéssemos realmente em condições semelhantes aos países desenevolvidos, não só na questão da internet banda larga.

Um ministro afirmar que a internet brasileira "não está tão defasada", para mim, soa como um deboche ao povo brasileiro! #prontofalei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário