25 de out de 2011

Alô, quem tá falando?

Já comentei uma vez por aqui, mas entendo que certos assuntos valem o reforço!

Hoje eu fui ao supermercado com o meu marido e entrou uma senhora falando tão alto, mas tão alto ao telefone, que obviamente chamou a atenção das pessoas. Feio, né?

O celular, sem dúvida, foi uma grande invenção. Mas usá-lo de forma educada é fundamental.

Essa senhora, por exemplo, não estava só. As duas pessoas que a acompanhavam não poderiam ter lhe chamado a atenção?

Uma outra coisa que eu considero muito deselegante é quando você está conversando com alguém (na verdade, você conversa com o vento), enquanto a outra pessoa não sai do celular. Ora, a não ser que seja um médico, que tem que manter o celular ligado, ou num caso dessa pessoa estar com algum problema familiar, ou coisa parecida, entendo que ao encontrar um amigo, o mínimo que esse amigo merece é um pouquinho de atenção. Isso já aconteceu comigo e foi muito desagradável.

Numa reunião, ou jantar, a não ser nas condições que citei anteriormente, é válido desligar o celular ou mesmo atendendo, e não sendo nada urgente,comentar com a pessoa do outro da linha que retornará assim que possível - é elegante para com a pessoa que está ligando, bem como para quem está ao vivo, a sua frente.

O celular existe para facilitar a comunicação, não para atrapalhar as relações sociais, concorda comigo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário