17 de nov de 2010

Internet: Aproximação e distanciamento

A internet, sem dúvida, é uma ferramenta essencial no mundo moderno. Mas com essa modernidade, surge também uma nova tendência de comportamento: o isolamento, pois a internet nos aproxima dos mais distantes, mas nos afasta dos mais próximos. Você já parou para pensar nessa questão?

Eu me recordo que há alguns anos (e nem faz tanto tempo assim), quando a gente queria bater um papo sem compromisso, íamos à casa dos amigos. Hoje, basta ficar ON no MSN e pronto. O contato olho no olho deu lugar ao bonequinho disponível, ocupado, invísivel.

Matéria que vi na tv mostrou que os clubes socias, antes com muitos associados, cada vez mais vão dando lugar à especulação mobiliária em virtude do esvaziamento. Aqui mesmo em Friburgo, clubes tradicionais já deixaram de existir. Um ou outro ainda se sustentam em função das dependências sociais, que promovem festas e outros eventos culturais.

Bom, eu não fiquei fora dessa. Costumo dizer aos amigos mais antigos, que deixei de ter carne e osso e dei lugar ao chip! Rs... Isso é bom? Mais para não, do que p/sim, mas também não só por culpa da internet ficamos mais em casa. Nos aventurarmos a sair de casa e de repente sermos assaltados, dar de cara com um kamifaze ao volante, são fatores que não podemos desconsiderar.

É bem verdade que o avanço tecnológico, permitindo cada vez mais, menores aparelhos que nos mantêm conectados à internet, em qualquer lugar, à medida em que forem se tornando mais populares, financeiramente falando, poderão contribuir para o retorno dos encontros no real. Por enquanto, a gente se encontra pelas redes sociais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário