13 de dez de 2009

Trabalhando a perda!

Hoje, ao ligar o micro, li uma triste notícia de falecimento de um motociclista, o qual eu e meu marido tivemos a oportunidade de compartilhar alguns bons momentos, nos vários encontros motociclísticos por aí!

Bem, querendo ou não, um dia tudo acaba. É preciso estar pronto para dizer adeus a todo instante. Há um tempo de chegar e um tempo de partir. Nossa vida está repleta de pequenos e grandes lutos...

A perda provoca desorganização do mundo que conhecíamos, embaralha tudo, desestrutura. Mas a natureza continua conspirando para o nosso progresso.

O luto, no meu entendimento, seja pela passagem de um ente querido, ou até mesmo por um rompimento de laços afetivos, não deve ser reprimido, deve ser sentido, mas não deve ser eternizado, porque como diria Cazuza,"o tempo não pára!" E você ainda precisa evoluir!

Nenhum comentário:

Postar um comentário