5 de ago de 2017

Nada mais rico do que aprender todos os dias

Ninguém sabe o suficiente, ninguém alcança o limite da sapiência, porque todo santo dia a gente aprende alguma coisa nova. Aliás, desconfie muito daquele que disser que sabe tudo, pois essa afirmativa em si já demonstra uma tremenda de uma ignorância.

As crianças precisam dos adultos para darem os primeiros passos, para se educarem etc. Os adolescentes, embora acreditem que não, precisam dos adultos para orientá-los para o caminho do bem. Já os adultos precisam das crianças, para resgatarem a inocência perdida, e dos adolescentes, para se aventurarem mais e não levarem a vida tão séria! Ou seja, quanto mais a gente vive, mais chegamos à conclusão de que não sabemos nada da vida!

O medo do novo não impede o aprendizado. O aprendizado pode se dar pelo amor ou pela dor. Então, quem muitas vezes se nega ao novo, mais cedo ou mais tarde, irá se deparar com situações inusitadas e com elas terá que tirar alguma lição, é ou não é?

As decepções amorosas, as rupturas de amizades nos ensina como é se relacionar com o próximo e quão diferentes são as pessoas. Quantas lições não são aprendidas, não é mesmo? (Quando não são, as histórias se repetem até que cada lição seja aprendida).

Quem não tem dinheiro aprende que é preciso 'correr atrás' a fim de se obter o mínimo de conforto. Quem muito tem, chega à conclusão de que o mais alto grau de sofisticação é a simplicidade!

Aprender é a única coisa de que a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende, disse  Leonardo Da Vinci.

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário