21 de nov de 2015

Espetáculo traz artistas com dedo em ânus uns dos outros

Um espetáculo (se é que pode se pode chamar isso de espetáculo) paulista exibido na Mostra SESC Cariri de Culturas, em Juazeiro do Norte / CE, gerou bastante polêmica e não foi sem motivo. Eu vou reproduzir parte do conteúdo da matéria do Tribuna do Ceará e comento o fato na sequência.

Durante a última quarta-feira (18), propagaram-se em redes sociais imagens de pessoas  correndo em círculos, enquanto colocavam o dedo no ânus uns dos outros. Tratava-se de uma intervenção artística que seria exibida no mesmo dia no Teatro Patativa do Assaré, em Juazeiro do Norte, no Cariri.

Em nota emitida na quinta-feira (19), o Sesc Ceará esclareceu que se resguardou em divulgar o espetáculo somente ao público interessado, com censura de 18 anos e exigência de carteira de identidade aos presentes. A entidade repudiou a divulgação prévia das imagens em redes sociais.

O Sesc cumpre o dever de incentivar o fazer artístico, respeitando a pluralidade e a formação crítica e autônoma do ser”, reforça a nota.


O projeto Macaquinhos, de São Paulo, nasceu em 2011 com uma intervenção no Museu do Piauí. Nas apresentações, baseadas no livro “O Povo Brasileiro”, de Darcy Ribeiro, os nove artistas, completamente nus, exploram o orifício anal uns dos outros com base em três premissas: aprender que existe cu; aprender a ir para o cu; e aprender a partir do cu e com o cu.
----------------
Você, que acompanha o blog desde sempre, sabe bem que eu primo por oferecer um conteúdo sem  apelação, sem vulgaridade, sem baixaria, e não pretendo mudar o estilo. Mas não há como ignorar uma 'intervenção artística' dessa, nem deixar de questionar:  Enfiar o dedo no cu do outro virou arte?

Eu tive o cuidado de fazer uma busca para saber a opinião de alguns que tiveram a oportunidade de assistir ao espetáculo. Resultado: Ninguém curtiu! E não é pra menos! Há imagens tão fortes, que eu não teria coragem, nem caberia, jamais, postar por aqui!

Tá certo, quem não curte, não deve assistir! Nem pagando, eu iria! Agora, isso é pra lá de escatalógico, vamos combinar!

Na minha humilde opinião, o SESC apoiar um projeto de gosto duvidoso é o fim da picada!

O que será que podemos esperar para o futuro, hein?

E que Deus nos proteja!

Nenhum comentário:

Postar um comentário