22 de ago de 2015

Fé e religião são duas coisas distintas

Ter fé é a coisa mais importante ao ser humano. A fé remove montanhas. E é verdade! Quando a gente tem fé, a gente tem tudo!

Fé e religião são duas coisas distintas. A pessoa, seja ela de qual religião for, pode ter fé ou não ter. Não é a religião que mede a fé de alguém. Se fosse dessa maneira, só as pessoas da religião X é que teriam fé, o que sabemos, não é verdade. Uma pessoa de fé, antes de mais nada, é aquela que crê em si própria. A religião é um complemento.

Na teoria, as pessoas podem falar sobre fé, darem até palestra sobre o assunto, dizer que tem muita, mas e na prática? E no dia a dia? Teoria é uma coisa, prática é outra! Não adianta você se dizer uma pessoa católica, espiritualista ou evangélica, e viver fofocando da vida dos outros. A fofoca é um mal na visão de qualquer doutrina e até mesmo entre os céticos.

Muita gente busca e alcança graças sem, necessariamente, frequentar uma religião específica. E isso não faz com que a pessoa tenha menos fé do que quem que vive com uma bíblia embaixo do braço ou com o tercinho na mão!

Acreditar em si é a primeira forma de se conectar com Deus. Afinal, não somos sua imagem e semelhança?!

Existe a teoria e o ‘pra valer’. No 'pra valer' é que a gente constata se realmente a pessoa que se autointitula religiosa é tudo o que ela diz ser. Sim, porque uma pessoa focada no bem só pode ser uma próspera. Agora, aquela pessoa que só vive no aperto financeiro, mal no amor e pior ainda no trabalho, ou está querendo te enganar, de que é uma pessoa do bem, ou está querendo se enganar!

A busca por uma religião é legal. Longe de mim fazer apologia contra qualquer uma. Mais vale levar um filho pra dentro de uma igreja, por exemplo, do que ter ir pegá-lo numa delegacia, não é mesmo? Mas, mais do que buscar uma religião é preciso buscar a fé que habita no íntimo de cada um de nós. Só ela é capaz de fazer o impossível acontecer! Mais nada, nem ninguém!

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário