31 de mar de 2015

Sinceridade sempre!

Eu gosto de pessoas sinceras. Me identifico com pessoas que não têm receio de dizer o que precisa ser dito no momento certo. Difícil? Não, não é! Sinceridade é isso!

Há uma linha muito tênue entre sinceridade e grosseria.  Grosseria não transmite informação, aconchego ou qualquer outra coisa que nos possibilite enxergar a realidade. A grosseria traz a humilhação, a tentativa de diminuir a pessoa, enfim.

A sinceridade visa nos elevar. A grosseria, diminuir.  Eis a diferença básica!

Algumas pessoas também confundem sinceridade com autopromoção. A sinceridade, como já explicado, é um puxão de orelha. E a autopromoção travestida de sinceridade? É aquela  onde a pessoa se enaltece ao máximo! Diz que fala na cara, não leva desaforo para casa, já sofreu mais que todo mundo, sabe mais que todo mundo, enfim, ela se autopromove!

Eu tenho um amigo que tem atitudes muito legais, muito transparentes, muito sinceras. Por exemplo, musicalmente falando, nós sempre tivemos gostos parecidos, então, quase sempre ele me emprestava seus CDs junto com a pergunta: “ Quinze dias, tá bom pra você?” - Ou seja, ele emprestava o CD, na boa, mas já estipulava um prazo para pegá-lo novamente. Perfeito! Isso não evita muitos embaraços? Afinal, quem nunca emprestou um livro ou um CD e nunca mais o teve de volta?

E você, costuma usar de sinceridade com as pessoas que te rodeiam? Tem receio de ser mal interpretado (a)? Falar a verdade sem magoar! Esse é o tom!

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário