9 de jul de 2013

Governador Cabral usa helicóptero para percorrer 10km

Ontem, eu fiquei indignada ao assistir nos telejornais que o governador do meu estado se dá ao trabalho de gastar 6 mil reais para percorrer uma distância de 10km de casa, no bairro Leblon, até o bairro das Laranjeiras, um trajeto que, por um acaso, todas as vezes que eu e meu marido vamos à capital, fazemos. Super perto, gente!

E aí eu fico pensando: Como a gente se deixa enganar por esses políticos, não? Sim, porque votando ou não em determinado político, nós somos responsáveis tanto pela vitória, quanto pela derrota (porque no caso da derrota do nosso candidato, o nosso poder de convencimento para com outros eleitores, não foi o suficiente).

Quem diria que aquele jovem rapaz, que dizia ser o defensor ferrenho da terceira idade, fosse se tornar um governador tão mau caráter como ele é. E olha que não costumo me posicionar tão explicitamente, a não ser no caso de determinados políticos, que para mim, deveriam ser varridos da vida pública.

O que falta no nosso país não é dinheiro. Falta vergonha na cara desses políticos, que só pensam em si, em seus próprios umbigos. Na China, essa semana, um ministro foi condenado à morte por ter sido corrupto. E foi para o tribunal de cabeça baixa. Aqui no Brasil, um Zé Genoíno, mensaleiro, condenado, vira presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Que país é esse?

Que todas essas mobilizações pelo país não tenham sido em vão e que as repostas venham, de fato, nas urnas ano que vem, porque iremos às urnas votar em candidatos à presidência da república, senador e deputados (federal e estadual).

Se você está na faixa em que, obrigatoriamente, tem que votar, escolha certinho, não se deixe levar pelo blá blá blá e nem pela melhor propaganda de marketing. Nosso país não pode mais viver de ilusão, porque ilusão não enche barriga, nem trata da saúde de ninguém! Mas a ilusão do eleitor pode levar um político sem-vergonha a se perpetuar no poder. Exemplos temos inúmeros!

Vale a reflexão!

Nenhum comentário:

Postar um comentário