3 de dez de 2012

Baú de Lembranças - Meu 1º aninho

Eu nunca fui uma pessoa saudosista, mas desde a última semana que fiquei de 'molho' comecei a remexer o meu baú de lembranças.

Todos nós somos únicos. Eu sempre me considerei uma pessoa única, nunca fiz parte do padrão, da maioria, pelo contrário, e isso desde que me entendo por gente.

Essa foto, por exemplo, é do meu 1º aniversário. O motivo da festinha foi O Circo. Tudo foi feito a mão a partir dos desenhos da Dedê, minha querida, uma artista nata. E mamãe disse que os enfeites fizeram tamnho sucesso que, ao final da festa, não tinha mais nenhuma lembrancinha, os convidados quiseram, e levaram, parte dos enfeites. Ok, era para isso mesmo.

Mas o curioso é que em todas as fotos eu estava no colo de alguém, porque no meu 1º aniversário eu ainda não andava, aliás, nem cheguei a engatinhar (fruto da minha travessura).

Antes de completar um aninho, andando pela casa toda naquele andador para bebê, num descuido da minha mãe, voei escada abaixo com o andador, indo parar no quintal de casa. Mamãe com medo de contar ao meu pai o que acontecera, só disse a ele que eu não 'firmava' as perninhas. E aí começou a peregrinação aos médicos (claro, depois ela contou a ele o que tinha acontecido), mas eu não andava de jeito nenhum.

Um dia o médico perguntou ao meu pai o quanto ele tinha e estava disposto a gastar. Nesse momento, meu pai percebeu que o interesse financeiro estava acima do sacerdócio da medicina, e disse a minha mãe: "Vamos levar Monique p/casa. Vamos criá-la andando ou não. O que tiver de ser, será!" - E assim foi!

Um dia papai estava comigo em casa e precisou sair. Bateu na porta da casa da Vovó Angela, nossa vizinha, e pediu a ela para ficar comigo, ok! Lá fui eu embrulhadinha nos cueiros ficar com a vovó, onde aliás, sempre foi a minha 2ª casa. Em algum momento, ela me deixou sentadinha no chão e, de repente, eu havia me livrado dos cueiros, coloquei a mãozinha na parede e sai andando o corredor todo. Milagre? Talvez... ou não. Mas o fato é que aquele episódio, sem dúvida, foi bastante comemorado e daí por diante, e nos aniversários seguintes, nunca mais quis saber de colo.. nem de andador!

4 comentários:

  1. Que fofa!!!
    é realmente minha querida são eternas lembranças, claro que vc era muito pequena não vai lembrar dos detalhes, mas existem situações que nos acompanham por vidas e mais vidas....ainda bem que são momentos como esses, bjs no seu coração, apareça no Perseverança, saudades.
    Nicinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nicinha, saudades!
      Pouco respondo, pq geralmente passo por aqui feito foguete, mas estou sempre lendo as suas msgs.
      Um beijão!

      Excluir
  2. Caramba Monique, você não tinha sequer um ano e já aprontava? E eu que achava que meus tombos eram homéricos! Esse do andador chega a ser olímpico! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Voei, literalmente. Cheguei a abrir a cabeça na quina da máquina de lavar... mas depois eu sosseguei! :)

      Excluir