12 de jun de 2012

Profissões em alta no mercado

Depois de organizar suas finanças, as empresas estão buscando apresentar melhores resultados neste ano. Isso significa maximizar os lucros, o que se reflete no perfil das contratações”, diz Paulo Pontes, presidente da filial brasileira da Michael Page, uma das principais agências de recrutamento de executivos de média e alta gerência do País. Para isso, as companhias brasileiras estão aumentando as suas exigências. Segundo o relatório da FIRJAN, 69,1% das empresas ouvidas requerem, no mínimo, algum tipo de pós-graduação para profissionais de nível superior. Já para mais da metade delas, o diploma universitário é indispensável, inclusive para profissionais de nível médio/técnico. Você sabia?

Vamos conferir as profissões que devem permanecer aquecidas nos próximos anos:


1. Engenheiro de Petróleo
Quanto ganha (média): R$ 14.000

O que faz: é responsável pelo desenvolvimento de projetos de exploração do petróleo e seus derivados em poços e jazidas, buscando maior eficiência na produção sem danos ao meio-ambiente. Com a descoberta do pré-sal, a profissão ganhou alma própria e a formação é oferecida, hoje, nas principais universidades do país.

2. Engenheiro de mobilidade
Quanto ganha (média): R$ 12.000
O que faz: supervisiona grandes obras de infraestrutura, verificando se estão adequadas às normas legais. Nos grandes centros, é encarregado de gerenciar o planejamento do transporte urbano. A carreira entrou no radar dos recrutadores depois que o Brasil foi confirmado como sede de grandes eventos, como a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

3 – Engenheiro ambiental e sanitário
Quanto ganha (média): R$ 8.000 a R$ 12.000
O que faz: concebe e executa projetos que diminuam o dano causado pela ação humana ao meio-ambiente. A profissão é cada vez mais requisitada por grandes empresas e governos, conscientes do seu compromisso com o desenvolvimento sustentável.

4 – Médico do Trabalho
Quanto ganha (média): R$ 10.000 a R$ 16.000
O que faz: trata-se de um ramo da medicina especializado na promoção do bem-estar e da saúde dos trabalhadores. Profissionais dessa área avaliam a capacidade de um candidato de executar determinada tarefa, além de realizar exames de rotina nos funcionários para verificar o cumprimento das obrigações trabalhistas.

5 – Gerente de Recursos Humanos
Quanto ganha (média): R$ 8.000 a R$ 14.000
O que faz: é responsável por recrutar novos profissionais e assegurar a permanência dos antigos. Antes subestimada, a profissão saiu da obscuridade e conquistou importância, na medida em que as empresas perceberam a necessidade de reter bons profissionais face à concorrência.

Informações do Portal de Curiosidade - Você Sabia

Nenhum comentário:

Postar um comentário