22 de jun de 2012

O Poder dos Alimentos Antioxidantes


O nosso organismo precisa ser desintoxicado dos radicais livres. Isso é feito através de nutrientes antienvelhecimento, como as vitaminas C, E, betacaroteno e mineral selênio. Esses nutrientes podem ser ingeridos através de alimentos específicos, como frutas e hortaliças, ou podem ser artificialmente adicionados às refeições.

Uma alimentação rica em vegetais é a melhor opção para se proteger dos radicais livres, diminuindo assim o risco de várias doenças e evitando o envelhecimento precoce.

Embora os antioxidantes ajam reduzindo a concentração de radicais livres, seu papel é moderador — e não bloqueador. Ou seja, a mera ingestão de vitaminas não evita completamente a ocorrência de doenças causadas pelos radicais livres, embora sua ausência possa favorecer a ocorrência dessas doenças.


Nutrientes com Ação Antioxidante



Funções dos Antioxidantes

Estudos indicam que a Vitamina C possui efeito protetor contra danos causados pela exposição a radiações e medicamentos, também é atribuído a vitamina C o papel de protetora contra o desenvolvimento de tumores. A vitamina E pode impedir danos causados por radicais livre associados a doenças específicas como artrite ou catarata. A vitamina A tem apresentado ação preventiva contra vários tipos de câncer como o de mama, estômago, bexiga e pele, e juntamente com a vitamina C pode previnir o câncer retal ou de cólon.

Os flavonóides são responsáveis por “eliminar”os radicais livres do nosso organismo e também estão associados a prevenção de doenças cerdiovasculares. O licopeno é o principal flavoníde encontrado em nossa alimentação e é bastante associado a prevenção de vários tipos de câncer. As catequinas podem ser benéficas para algumas doenças como o diabetes tipo 1, cardiopatias e infecções virais.

Os alimentos ricos em antioxidantes mostram que uma dieta variada é importante para a manutenção da saúde do nosso organismo.

Radicais Livres

Os radicais são produzidos dentro do nosso corpo. Essa produção acontece naturalmente devido a determinados alimentos e ao meio-ambiente. Eles são produzidos pelas células durante o processo de queima do oxigênio, utilizado para converter em energia os nutrientes absorvidos nos alimentos.

Os radicais livres podem danificar células sadias do nosso corpo. Nosso organismo possui enzimas protetoras que reparam grande parte desses danos causados pela oxidação. O corpo consegue naturalmente controlar o nível desses radicais produzidos pelo nosso metabolismo.

Entretanto, quando existem radicais livres em excesso, há a danificação das células — o que produz muitos distúrbios e contribui para o envelhecimento.

Informação do Beleza e Saúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário