27 de set de 2011

Dia de São Cosme e São Damião

São Cosme e São Damião são os padroeiros das crianças, dos médicos e farmacêuticos.

Os santos gêmeos nasceram na Arábia, no século III, filhos de uma família nobre. Estudaram medicina na Síria e depois foram praticá-la em Egéia. Circunstancialmente entraram em contato com o Cristianismo, tornando-se fervorosos seguidores do cristianismo.

Confiando sempre no poder da oração e na confiança da providência divina usaram sua arte médica para curar os necessitados. Não cobravam por seus serviços médicos, e por esse motivo eram chamados de "anárgiros", ou seja, aqueles que "não são comprados por dinheiro". O seu objetivo principal era a conversão dos pagãos à fé cristã, o que bem faziam através da prática da medicina. Desta forma, conseguiram plantar em terra fértil a semente cristã em muitos corações, sendo numerosas as conversões.

Por não renunciarem aos princípios religiosos cristãos sofreram terríveis torturas; porém, elas foram inúteis contra os santos gêmeos, e, em 303, o Imperador decretou que fossem decapitados. Cosme e Damião foram martirizados no ano de 303, na Egéia. Seus restos mortais foram transportados para a cidade de Cira, na Síria, e depositados numa igreja a eles consagrada. No século VI uma parte das relíquias foi levada para Roma e depositada na igreja que adotou o nome dos santos. Outra parte dela foi guardada no altar-mor da igreja de São Miguel, em Munique, na Baviera. Os santos gêmeos são cultuados em toda a Europa, especialmente Itália, França, Espanha e Portugal. Em 1530, na cidade de Igaraçu, em Pernambuco, foi construída uma igreja em sua homenagem.

São Cosme e Damião são venerados como padroeiros dos médicos e farmacêuticos, e por causa da sua simplicidade e inocência, também são invocados como protetores das crianças.

A informação é da Uniafro

Hoje é aquele dia especial em que, independentemente de credo religioso, as crianças ficam em polvorosa pelas ruas, com mochilinhas nas costas em busca de doces.

Na minha infância, uma tia minha, que hoje mora no céu,, irmã de papai, virava criança quando levava a mim e mais alguns primos, a procurar lugares onde poderiam estar sendo distribuídos doces. Claro, nesse dia podíamos faltar aula (um diazinho só nunca prejudicou ninguém). Ao final do dia, a alegria sem fim de abrir os saquinhos e conferir as gostosuras, e em algumas vezes, brinquedinhos, era algo que, sem dúvida alguma, não tinha preço.

Doce fase da vida, boas lembranças da infância!

Feliz Dia de São Cosme e São Damião!

Nenhum comentário:

Postar um comentário