21 de nov de 2010

Britânica coleciona mais de 32 mil saquinhos de chá usados

Cultura inútil também faz parte, pq de perto, somos todos estranhos, já dizia Caetano.

"Amo chá e guardo os saquinhos como uma maneira de lembrar dos dias e suas histórias", contou a britânica Patti Gaal-Holmes, de 44 anos, ao jornal "Metro", que cultiva essa coleção há 11 anos, e não se importa mais com o cheiro das ervas usadas...nem as suas pobres 3 crianças, que são obrigadas a conviver com a estranha coleção da mãe.

Para a britânica, vale mais "preservar" a sua história através dos saquinhos, do que escrever uma história.

Cada um com a sua mania!



A matéria foi publicada no G1

Eu confesso que nunca tive talento para fazer qualquer tipo de coleção. Influenciada por amigos, em período escolar, que faziam coleção de chaveiros, latinhas de cervejinha, tampinhas de garrafa, sei lá, eu até tentei me tornar colecionadora de alguma coisa ou outra, mas os meus projetos, felizmente, nunca seguiram adiante.

Ficar guardando um monte de coisa, entupindo a casa? Tô fora!

Nenhum comentário:

Postar um comentário