17 de jan de 2010

O Mito Marilyn Monroe

Ela nasceu Norma Jeane Mortenson em 1 de junho de 1926 em Los Angeles, Califórnia, mas logo foi rebatizada Norma Jean Baker, porque a confusão em sua vida já começa pela natureza de "pai desconhecido".

Muitos biógrafos acreditam que o pai biológico de Marilyn era Charles Stanley Gifford, um agente de vendas do estúdio RKO, onde Gladys Pearl Monroe, a mãe de Marilyn, trabalhava. A certidão de nascimento, no entanto, diz que o segundo marido de Gladys, Martin Edward Mortensen, é que era o pai biológico de Marilyn.

Norma Jeane passou a maior parte de sua infância em casas de família e orfanatos até 1937, quando ela foi morar com o amiga da família de Grace Mckee Goddard. Porém quando Grace e seu marido começaram a ter dificuldades financeiras, Norma Jeane tinha duas opções: retornar ao orfanato ou se casar

No dia 19 de julho de 1942 casou com Jimmy Dougherty, de 21 anos, a quem namorava há seis meses. Até então, Norma Jean amava Jimmy e eles estavam muito felizes juntos, até que ele entrou para a Marinha e foi transferido para o Pacífico Sul, em 1944.

Após a partida de Jimmy, Norma Jean começou a trabalhar na fábrica Radio Plane Munition, em Burbank, na Califórnia. Foi aqui que Norma Jeane foi descoberta pelo fotógrafo Davis Conover, que a considerava um "sonho" para qualquer fotógrafo, pois as lentes, simplesmente, adoravam Norma Jean. E clarou não tardou para ela estrelar várias capas de revistas da época.

Porém, Jimmy, seu marido retorna à casa e lhe dá duas alternativas: ou ele ou a carreira. Adivinha qual foi a escolha?

Após o divórcio, ela ssina o seu 1º contrato com o estúdio Twentieth Century Fox em 26 de agosto de 1946. Ela ganhava US$ 125 por semana. Não demorou muito, e a morena Norma Jeane dava vida à loura Marilyn Monroe


Marilyn começou a carreira em alguns pequenos filmes, mas a sua habilidade para a comédia, sua aparente vulnerabilidade e inocência, junto com sua inata sensualidade, a tornaram querida no mundo inteiro na década de 50.

Em 1953, aos 27 anos de idade, ela era sem dúvida a loira mais amada de Hollywood.
No dia 14 de janeiro de 1954, Marilyn casou com o jogador de baseball Joe DiMaggio, mas o casamento só durou nove meses, porque para DiMaggio não era fácil ter um símbolo sexual como esposa. Eles atribuíram a separação a "conflitos entre carreiras", e permaneceram bons amigos.

Em 1955, Marilyn queria seguir com seriedade a carreira de atriz. Queria apagar aquela imagem de loura burra e ingênua. Mudou-se para Nova York para estudar na escola de atores de Lee Strasberg.E em 1956, abriu sua própria produtora, Marilyn Monroe Productions.

Em 29 de junho de 1956, Marilyn casou- se pela 3ª vez, com o dramaturgo Arthur Miller.

Infelizmente, o casamento entre Marilyn e Arthur terminou no dia 20 de janeiro de 1961. A data do divórcio, ocorrido no México, foi escolhida por ser o dia da posse do presidente John F. Kennedy, nos Estados Unidos, numa tentativa de manter a separação fora das manchetes. A tática não funcionou.

Marylyn já tinha tido encontros amorosos com Kennedy muito antes dele entrar na Casa Branca.Mais precisamente entre o 2º divórcio de Marilyn e o 3º casamento.

Robert Kennedy, o irmão mais novo do presidente, o advertiu para deixá-la, pois os chefes mafiosos poderiam usar o caso contra ele. Apesar de suas ilusões, Marilyn sabia que Kennedy desejava apenas a estrela cintilante de cinema, não a mulher que era. Ele pretendia livrar-se dela com elegância. Concedeu a Marilyn um último momento de glória. Em seu aniversário, Peter Lawford levou-o à sede do Partido Democrático, onde ela cantou com voz lasciva "Feliz aniversário, senhor presidente", metida num vestido que o diplomata Adlai Stevenson descreveu como feito de "pele e pérolas. Só que não vi as pérolas." John Kennedy disse: "Já posso me retirar da política, depois de ter ouvido este feliz aniversário cantado para mim de modo tão doce e encantador."


Nos Golden Globes de 1962, Marilyn foi nomeada a "personalidade feminina favorita de todo cinema mundial", provando mais uma vez que era mundialmente adorada.

Em 5 de agosto de 1962, aos 36 anos, Marilyn faleceu enquanto dormia em sua casa em Brentwood, na Califórnia. A notícia foi um choque, propagado pela mídia, explorando sobretudo o caráter misterioso em que o fato se deu, prevalecendo a versão oficial de overdose pela ingestão de barbitúricos. Ninguém sabe de fato o que aconteceu naquela noite.

Algumas curiosidades:
Marilyn Monroe falava de si mesma na terceira pessoa. Ao discutir seus roteiros - Marilyn tinha influência com os diretores e roteiristas - ela costumava dizer: "Não, Monroe não faria assim". Tinha consciência exata do que sua imagem significava.




Os atrasos da diva eram lendários nos bastidores da indústria cinematográfica. Só não se esperava que a atriz fosse atrasar na homenagem para o presidente dos Estados Unidos,na época, John F Kennedy. No primeiro anúncio de sua chegada, nenhum sinal da loira. No segundo, nada. Enquanto o mestre-de-cerimônia fazia piadas sobre o atraso, Marilyn surgiu com um vestido longo de seda, iluminada por um canhão de luz. Ao chegar ao microfone cantou com a voz mais sensual que pôde fazer: ''Happy Birthday to you, Happy Birthday Mr President... ''

Marilyn tinha 1,67m e pesava 63 kg
Medidas: 93-58-91 (de acordo com o estúdio); 88-58-88 (de acordo com o costureiro)








Citações de Marilyn Monroe

Eu sabia que eu pertencia ao público e ao mundo, não pelo fato de ser talentosa ou até mesmo bonita, mas porque eu nunca pertenci a nada ou a ninguém

Ninguém nunca disse que eu era bonita quando pequena. Toda menina deveria ser chamada de bonita, mesmo se elas não são.”

O corpo é para ser visto, não para ser coberto

Eu tenho fantasias demais para ser uma dona de casa. Acredito que eu sou uma fantasia


Marilyn Monroe foi, sem sombra de dúvidas, um dos maiores mitos de todos os tempos e o maior símbolo sexual da história.

Um comentário:

  1. Concordo plenamente, eu sou eternamente apaixonado por ela. Ela era, além de linda em todos os sentidos,muito inteligente. Adorei o post, parabéns.

    ResponderExcluir