24 de jan de 2010

Etiqueta Social nas Redes Sociais

Em nossa vida social, seja no real ou virtual, é de bom tom que procuremos manter nossa conduta social, nosso bons hábitos de convivência. Não é porque ingressamos num universo virtual, que podemos deixar de lado a boa educação, não é mesmo?

Em primeiro lugar, no universo virtual escrever tudo com letras maiúsculas, ou caixa-alta, como queira, é sinal de que você está gritando! Portanto, a menos que você realmente queira manifestar-se de forma exaltada, não escreva seus textos em caixa-alta, porque é muito deselegante!

Nas redes sociais, devo adicionar estranhos? - Existem pessoas que têm uma necessidade louca de aumentar seus números para parecer popular, então saem por aí sorteando perfis e adicionando quem vem pela frente.

Adicionar ou não estranhos, é opcional. Você não é obrigado a aceitar um estranho como amigo, se não quiser. Uma boa dica é optar por estranhos que, pelo menos, deixam scraps, a não ser que o seu scrapbook seja fechado somente aos amigos.

No meu caso, geralmente aceito sim, mas na dúvida, às vezes rejeito.

O recém-criado Twitter permite que você siga pessoas do seu interesse e também atraia seguidores. Aos convites para "me siga no twitter!" não se veja na obrigação de seguir ninguém que você realmente não tenha vontade de seguir, só porque esta, eventualmente, esteja te seguindo. Eu, em particular, não me sinto nessa obrigação, o que não quer dizer que eu não possa interagir com uma pessoa a qual eu não siga.

Como eu uso o meu twitter como um lembrete de fatos que considero importantes, opto também por seguir pessoas que estejam dentro do contexto dos meus assuntos de interesse. Existe coisa mais chata do que você ter que ficar lendo, "acordei, levantei, fiz xixi, comi bife com batata frita...". Se você quer ser interessante, faça por onde!

Velhos conhecidos que não te adicionam : Bem, se você encontra um velho conhecido, pede para ser adicionado e ele não o adiciona, descarte-o... em todos os sentidos!

Devo entrar para todas as comunidades que me convidam? Em absoluto. A gente deve entrar naquela a qual nos identificamos, a qual estamos dispostos a participar.

Eu, por exemplo, tenho a minha área de interesse e, embora receba diariamente convites para ingressar em algumas comunidades, apago da minha caixa de mensagens sem o menor constrangimento, principalmente aquelas - Eu conheço fulano... / sou fã de não sei quem... tenha dó! Esses casos de auto-promoção, a meu ver, são para analistas, não para orkut (a não ser que seja uma personalidade, celebridade etc. Aí fica a critério de cada um).

Recados fofos e afins, devo respondê-los? Se você recebe alguma dessas mensagens de estrelinhas, carinhas, florzinhas etc etc em datas específicas, como seu aniversário, por exemplo, é de bom tom você retornar agradecendo. Não necessariamente, precisa ser na mesma "moeda", mas um agradecimento pelo carinho é muito gentil. Agora, do contrário, como uma mensagem de "bom dia, boa tarde...", responda se quiser.

Questionários e bisbilhotices da vida pessoal. Ok, você adiciona uma pessoa em suas redes sociais e logo em seguida vem o questionário: "o que você faz? Mora em que bairro? Faz o quê? Tem quantos anos? Ganha quanto?" Para mim, não existe coisa mais deselegante que esses benditos questionários. Se a pessoa tinha a intenção de manter uma amizade comigo, a partir do questionário, a nossa amizade já está fadada ao fracasso.

Quem é meu amigo, certamente, sabe da minha vida e o que penso a respeito de vários temas. Quem ainda não sabe, deve aguardar a "sua vez", ou seja, adquirir confiança com o tempo. Logo, não me façam questionários, pois assim como não tenho curiosidade em saber da vida dos outros, também me reservo ao direito de não sair por aí comentando da minha.

Enfim, embora o mundo virtual seja excelente para ampliarmos nossos horizontes e formarmos mais amigos, há que se ter o cuidado de estabelecermos limites.

Nenhum comentário:

Postar um comentário