22 de abr de 2018

O baile da Campesina

Aqui na minha terra há duas bandas com bem mais de 100 anos, e uma delas é a Sociedade Musical Beneficente Campesina Friburguense, que agrega talentos a sua banda sinfônica, com sua escolinha musical.

Eu morava na rua onde funciona a sede dessa banda sinfônica. E nas tardes de domingo, a Campesina costumava promover o baile da Terceira da Idade. Era um barato ver aquela movimentação na rua, a partir das 16h, 17h, das senhorinhas com muito pó de arroz e muito talco também (o perfume ia longe), que chegavam em dupla, em grupinhos, sempre muito animadas para o baile. Os senhores já eram mais discretos e, em geral, chegavam sozinhos.

De casa era possível ouvir todo o repertório. E com o passar do tempo, a gente já sabia, mais ou menos, a que altura estava o baile. Agora, o grand finale mesmo era quando tocava a música 'Cidade Maravilhosa'. Nesse momento, todos nós do bairros já sabíamos que o baile havia chegado ao fim, bem como o domingo também, pois o baile acabava por volta das 20h.

E eis que um dia, um vizinho me disse que ficava deprimido aos domingos quando ouvia Cidade Maravilhosa, pois ele tinha certeza que o domingo havia acabado e, no dia seguinte era dia de batente, ou de escola, no meu caso.



Bons tempos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário