9 de abr de 2017

Celular no quarto x Envelhecimento precoce

Hoje eu quero falar um pouco sobre a poluição eletromagnética. Você já ouviu falar? Para a mulherada que não quer envelhecer mais rapidamente, melhor post, não há!

No mundo, dificilmente, a gente vai encontrar quem não use celular ou computador ou mesmo um telefone sem fio, em casa, ou um rádio-relógio. Esses e outros aparelhos emitem a poluição eletromagnética. E tornam-se ainda mais danosos se permanecerem no ambiente de dormir.

Hoje, nós vivemos num verdadeiro mar de ondas eletromagnéticas. Nós não podemos tocá-las, nem vê-las, mas a gente sabe que elas estão por toda a parte, assim como a eletricidade. O assunto ainda é muito nebuloso, muito polêmico, mas é fato que locais sob influência de radiações de natureza elétrica e magnética provocam danos à saúde.

Equipamentos de geração e transmissão de ondas eletromagnéticas, como  internet sem fio, aparelhos de telefones sem fio,  telefones celulares e rádios-relógios têm que ficar fora do quarto. Por qual motivo? Toda a poluição emitida por esses e outros aparelhos interfere na glândula pineal, que fica no cérebro, e produz o hormônio  melatonina, que é responsável pelo sono e pelo relógio biológico, e só é produzido à noite, durante o sono. 

Eu tenho notado entre algumas conhecidas da minha faixa etária, e até um pouco mais novas, uma aparência muito mais envelhecida, do que a condizente com a idade. Pudera! Muitas dessas pessoas, possivelmente, dormem com o celular ligado, isso quando não colocam embaixo do travesseiro, pra piorar. A poluição eletromagnética está associada, sim, ao envelhecimento precoce. Mas esse é apenas um dos danos dos efeitos da poluição eletromagnética.

Não quer acelerar o processo de envelhecimento? Nada de celular, computador, telefone sem fio e rádio -relógio no quarto, ok? A gente não precisa ter rugas antes do tempo!

Confira o vídeo de Lair Ribeiro:

Nenhum comentário:

Postar um comentário