23 de abr de 2017

Aos 105 anos, homem quebra terceiro recorde

A expectativa de vida, a cada década, vem aumentando, o que é muito positivo. Dá para imaginar que há algumas décadas as pessoas eram consideradas muita idosas aos 50, 60 anos? Hoje, o povo nessa faixa, em boa parte, está até 'bombando' na academias. E nessa sentido, a gente ainda se surpreende quando tomamos conhecimento que pessoas de 80, 90, 100 ainda conseguem viver experiências inéditas, como é o caso do britânico Jack Reynolds, que ilustra esse post.

Jack se sagrou o mais idoso ao fazer o desafio do balde de gelo, aos 102 anos, na campanha de conscientizar e levantar recursos para a doença esclerose lateral amiotrófica (ELA). 

Avô de oito e bisavô de 21 jovens, Jack já havia se firmado, ano passado, como a pessoa mais velha do mundo a tatuar o corpo, aos 104 anos. A Tattoo no braço direito tem a data de nascimento e o apelido "Jacko".

E na última semana de março, aos 105 anos, Jack, foi parar no Guinness Book pela terceira vez, ao ser a pessoa mais velha a andar numa montanha russa. O fato ocorreu num parque temático do Reino Unido. O feito foi transmitido ao vivo pelo programa britânico "Good Morning Britain'. Confere aí!

video


Vida longa ao Jack!

Nenhum comentário:

Postar um comentário