7 de fev de 2017

Para não se arrepender da tattoo

Se você ainda não tem uma tatuagem, mas tem loucura para fazer, eu tenho algumas sugestões a você:

Primeiro, escolha um desenho que tenha a ver com você, ou seja, não entra nessa de modinha, porque moda passa, mas a tatuagem fica. Logo, para se arrepender é um pulo. Há alguns anos, Monique Evans tatuou uma estrela em cada ombro. A partir de então, nunca se viu tanta mulher com estrela tatuada no ombro também. Para a minha xará, aquelas estrelas devem ter um significado. Agora, para muitas mulheres, a estrela no ombro não passou de uma modinha mesmo.


A modelo Dani Bolina, por exemplo, que tinha a estrela no ombro, mais tarde a cobriu com uma rosa.


Segundo: Entenda como "ter a ver com você" uma tatuagem que tenha um significado realmente especial, que conte sobre você, sobre sua história ou sobre alguém muito especial (eu estou considerando aqui pai, mãe, avós, ok?).


A modelo Isabeli Fontana resolveu homenagear seu filho Zion com uma tattoo nas costas. Quem vai homenagear um filho dificilmente irá se arrepender, né não?



Terceiro: Considere fazer a tattoo em algum lugar que não fique tão exposto, como as costas, pernas... Uma tatuagem na mão, por exemplo, pode fazer você enjoar. A foto acima, da Isabeli, ilustra bem esse terceiro tópico.

Quarto: Saber a tradução do desenho é muito importante e pode evitar problemas. Uma tattoo de palhaço pode gerar complicações com a polícia, uma vez que esse desenho, no linguajar da cadeia, é de matador de PMs. Podendo evitar esse tipo de tattoo, melhor, não é mesmo?


Quinto: A tatuagem não tem tabela de preço, isso vai de cada profissional. Mas é bom lembrar que, às vezes, o barato pode sair bem caro.


Sobre as condições do estúdio e material descartável, eu não preciso nem comentar, né? Isso é fundamental para a sua saúde!



Eu tenho três tatuagens. Qualquer hora, eu as posto por aqui!

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário