29 de ago de 2016

100% confiante

Nós nascemos completos e no decorrer da vida vamos nos fragmentando, porque a sociedade nos impõe tanta coisa, rotula tanto, que a gente acaba se perdendo na tentativa de nos adequarmos a esse ou aquele meio. O que eu quero dizer, pra simplificar, é que a gente nasce com 100% de confiança na gente e, no decorrer da caminhada, com as influências externas, nos tornamos cada vez mais frágeis,  inseguros etc etc.. E aí, volta e meia, não é incomum nos depararmos com alguém  em depressão (quando o caso não é com a gente mesmo!).

Mas todo problema na vida tem que ter solução.  E a solução é resgatar a autoconfiança.  Como? Se colocando como personagem central da própria história. A opinião de fulano, de beltrano, podem ser muito importantes, mas primeiro eu preciso me consultar sobre qualquer coisa.  Eu preciso estar bem com a minha escolha amorosa, com a escolha da profissão, com o que eu faço da minha vida, enfim. Aí sim, depois, eu posso até colher opiniões externas para agregá-las ou não ao meu cotidiano, mas em segundo plano.

Você já reparou que quando acontece uma coisa ruim na sua vida, geralmente, ela nunca vem sozinha, mas acompanhada de um caminhão de problemas? Isso acontece por acaso? Claro que não.  Quando a gente não tá bem com a gente, é porque nos fragmentamos  tanto, ao ponto de chegarmos numa situação limite em que a vida tem que nos chacoalhar para nos colocar novamente no eixo! Mas a gente não precisa chegar ao fundo do poço para descobrirmos que a vida pode ser legal, tranquila e favorável, não é verdade?

Ter autoconfiança é fundamental para viver bem. Um  outro fator é não ignorar os instintos. O teu santo não bateu com o daquela pessoa? Não insista! O teu ‘eu interior’ te avisa pra não se envolver com tal pessoa, porque não vai dar boa coisa? Não insista! O seu instinto te fala para você não ir naquela festa ou reunião? Não insista! Há coisas que acontecem na vida da gente, que podem não ter explicação, mas fazem todo sentido! Instinto é isso! Não dá para gente ver, mas é algo que a gente tem muito forte conosco, mas muitas vezes, ignoramos. O resultado, lógico, é catastrófico!

Quantas vezes você já não se deu mal na vida, por não ter tido autoconfiança, por não ter ouvido o seu instinto? Inúmeras vezes, com toda certeza! Ouvir os outros é facílimo. Ouvir, e acreditar em si, é que são elas! Mas não é impossível e você pode começar hoje, agora! Daqui uns dias você estará em outro patamar, em outra situação, muito mais próximo do desejável! 

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário