10 de mai de 2016

Quem espera sempre alcança?

Nada nessa vida é por acaso. Nada acontece por acaso. Nós, os ocidentais, podemos até acreditar em coincidências, talvez por ignorarmos certos aspectos que explicam muita coisa. Resumindo para um português bem claro, a falta de tempo no dia a dia ou até mesmo a preguiça de pensar, nos faz comprar ideias prontas. A gente pouco questiona, a gente pouca observa. O que já não acontece com os orientais, que fazem da observação e da paciência ferramentas que são capazes de explicar comportamentos, enfermidades e modo de vida de qualquer ser humano.

A gente costuma perguntar demais, mas quase nunca estamos dispostos a ouvir as respostas que estão dentro de nós. Paciência na adolescência, então, pelo amor de Deus, é coisa inimaginável, porque o adolescente, com os hormônios em ebulição, quer viver tudo ao mesmo tempo agora, como se não houvesse amanhã. Eu já fui adolescente e sei bem como é isso! Logo, pedir a um adolescente para ter paciência, para refletir um pouco mais sobre uma questão é, praticamente, impossível. Mas isso faz parte dessa etapa da vida.

A sabedoria consiste em não se afobar, não ter pressa, não se deixar levar pela cabeça dos outros. Quantas vezes você pensou duas vezes antes de tomar uma atitude e foi a melhor coisa que você fez naquele momento?! É claro que uma dose de ousadia, em determinado momento, é fundamental, mas é exceção, não regra pra vida.

Outro dia eu comentei por aqui sobre a minha promessa de nunca mais estudar, quando atingisse a vida adulta, e não fazer outra coisa hoje, nessa etapa da vida. E isso não foi uma tomada de decisão, mas uma necessidade de sobrevivência. Eu busco respostas, mas para achá-las, eu preciso encontrar o caminho até chegar a elas. E isso exige certa dedicação. Vale a pena? Claro! Ao menos, eu não serei mais uma a repetir barbaridades por aí, que foram inventadas por uma mente mediana e repetida por mentes preguiçosas! (Me perdoe a sinceridade, mas há coisas que a gente lê, que são difíceis de acreditar).

A paciência nos poupa de muitos males - da cabeça, do corpo e do coração. Quem usa a inteligência  em colocar a razão antes da emoção, tende a ir mais longe e obter mais êxito na vida, do que o emotivo. (Confessa, assim como eu, todas as vezes que você deixou a emoção falar mais alto, você só se lascou, foi não ou foi?)

É fato que uma pessoa que vive só da razão, também não tende a ser plena, uma vez que, se Deus nos deu a razão e a emoção foi para que dosássemos, afinal, a vida precisa desses dois temperos, mas em equilíbrio, é bem verdade!

Existe um dito popular que diz: Quem espera sempre alcança! Nossa, quantos anos eu precisei levar para entender essa simples frase. E você, quanto tempo vai precisar levar?

Um abração!

Nenhum comentário:

Postar um comentário