17 de mai de 2016

Os próximos passos do impeachment

O Senado aprovou na última quarta-feira (11), a abertura do processo de impeachment da presidente Dilma. Com o processo aberto, ela deixa o cargo por até 180 dias, enquanto ocorre o julgamento por crime de responsabilidade. O vice-presidente Michel Temer assume a Presidência da República no período.


A decisão definitiva deverá ser tomada em uma sessão do Senado comandada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) – Ricardo Lewandowski, se a sessão ocorrer até setembro, quando Cármen Lúcia assumirá a presidência da Corte. No julgamento definitivo, são necessários 54 votos (dois terços dos 81 senadores) para que Dilma seja condenada e, portanto, afastada definitivamente da Presidência.


Se isso ocorrer, ela também perderá os direitos políticos por oito anos. Caso não ocorra, Dilma retoma a presidência.


Via Época

Nenhum comentário:

Postar um comentário