26 de dez de 2014

Aromaterapia e o poder dos óleos essenciais

A prática da aromaterapia é uma disciplina que reúne o conhecimento sobre o uso de plantas aromáticas.

A partir do início século XX, passou a ser pesquisada e praticada por profissionais da área da saúde e se tornou um estudo conciso e científico.

A aromaterapia é uma prática terapêutica que se utiliza das propriedades dos óleos essenciais para restabelecer o equilíbrio e a harmonia pessoal.

Alguns óleos essenciais são muito conhecidos por suas propriedades medicinais: o óleo de lavanda e o de maleleuca servem como antisséptico.

No campo da cosmética, os óleos essenciais servem para perfumar produtos como xampus, sabonetes, cremes entre outros, e até mesmo em detergentes e produtos de limpeza, que recorrem às suas virtudes aromáticas e suavizantes.

Benefícios dos Óleos Essenciais

Além dos benefícios físicos e emocionais, quando utilizados na aromaterapia, os óleos essenciais também possuem aplicações medicinais excepcionais. Muitos óleos essenciais são antissépticos e estão entre os mais potentes protetores da natureza contra as bactérias e outros organismos infecciosos.

Os óleos essenciais possuem uma ampla gama de propriedades curativas, podendo ser utilizados de forma eficaz para manter a saúde, estimulando a regeneração celular, aliviando dores, equilibrando as disfunções emocionais, e combatendo bactérias, fungos e outras formas de infecções. Além de proporcionar alívio do estresse, aumento de energia e aumento da concentração mental.

Os óleos essenciais têm uma lista quase interminável de usos terapêuticos, e a ciência continua a descobrir mais sobre eles a cada ano.

Formas de Utilização dos Óleos Essenciais

Existem inúmeras formas de aplicação nas quais os óleos essenciais podem ser utilizados. Alguns usos comuns:

Massagem Aromática
Difusão
Inalação direta
Escalda pés
Compressa aromática

Confira o vídeo:



Com informações de Beleza e Saúde e vídeo de Minha Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário