6 de dez de 2012

Carta de Hitler é vendida por R$ 24 mil em leilão

Documento é datado de 1931 e mostra que Hitler esperava aproximação entre Alemanha e Reino Unido.

Uma carta que Adolf Hitler enviou a um jornalista, elogiando a “relação verdadeiramente cordial” que a Alemanha mantinha com o Reino Unido foi vendida em leilão por uma quantia equivalente a R$ 24 mil. Colecionadores e historiadores garantem que o valor pago é uma verdadeira “barganha” e que somente pelo valor histórico, a carta deveria ter sido vendida por R$ 150 mil.

O objeto do leilão, realizado dia 24/03/10, pela Bonhams em Londres, é datado de 30 de setembro de 1931 e foi a resposta de Hitler ao convite do jornalista Sefton Delmer para que escrevesse um artigo para o jornal “Daily Express” sobre a crise econômica no Reino Unido.

Embora tenha declinado o pedido, alegando que os britânicos veriam suas palavras como crítica, a carta mostra a admiração do líder nazista pela terra da rainha. Hitler escreveu: “... Eu ficaria feliz se, como resultado disto, a infeliz psicose de guerra pudesse ser esquecida de tal forma que permitisse enxergar a relação verdadeiramente cordial entre os britânicos e alemães tão desejada por mim e por meu movimento”.

Sefton Delmer foi o primeiro jornalista a entrevistar Hitler e viajar a seu lado durante sua campanha eleitoral em 1932. Sua relação com o Partido Nazista era tão próxima que ele chegou a ser acusado mais tarde de ser um espião alemão. Antes de morrer, ele contou a amigos que havia oferecido a Hitler o pagamento de 10 guinéus pelo artigo, algo em dinheiro corrente equivalente a R$ 35.

Época Negócios

Nenhum comentário:

Postar um comentário